Caixa conclui depósito do lucro do FGTS a trabalhadores - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Caixa conclui depósito do lucro do FGTS a trabalhadores

A Caixa concluiu, na terça-feira (18), com duas semanas de antecedência, o depósito do resultado do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) do ano de 2019, no montante de R$ 7,5 bilhões.

Cerca de 167 milhões de contas do FGTS que tinham saldo em 31 de dezembro de 2019 receberam o crédito, que foi distribuído de forma proporcional ao saldo dessas contas naquela data. Inicialmente, o prazo para conclusão dos créditos era o dia 31 de agosto de 2020.

Desde a quarta-feira (19), os valores creditados nas contas do FGTS já podem ser verificados no extrato da conta do fundo. Os saques poderão ser feitos pelos trabalhadores nas situações previstas na Lei 8.036/90, como nos casos de demissão sem justa causa, saque aniversário, aposentadoria e outros.

Os trabalhadores podem consultar o valor do crédito em seu extrato, disponível no aplicativo FGTS, no site do fundo e no Internet Banking Caixa.

Distribuição do lucro

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) autorizou, na última terça-feira (11), a distribuição de R$ 7,5 bilhões do lucro de 2019 entre os trabalhadores. O valor equivale a 66% do lucro total do fundo no ano passado, que somou R$ 11,324 bilhões.

A decisão foi aprovada na em reunião ordinária virtual do Conselho Curador do FGTS. “Esse montante, distribuído de forma proporcional aos saldos das contas vinculadas, juntamente com os juros e atualização monetárias obrigatórios do FGTS representarão uma rentabilidade total de 4,90% no ano de 2019”, informou o Ministério da Economia.

A pasta destacou ainda que essa rentabilidade total é mais alto que a de a aplicações com risco e tributação semelhantes, como a caderneta de poupança. “Supera a rentabilidade da inflação medida pelo IPCA no ano passado, proporcionando um ganho real aos saldos, em cumprimento ao objetivo estratégico do Fundo de preservar o poder de compra do recursos dos trabalhadores sob o FGTS”, acrescentou.






Fonte: CNN BRASIL

Nenhum comentário:

Postar um comentário