Bandido explode caixa eletrônico do Bradesco da 28 de Março - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Bandido explode caixa eletrônico do Bradesco da 28 de Março

Reprodução | Folha 1
A Polícia Civil está investigando a explosão de um caixa eletrônico da agência 6642 do Bradesco, na Avenida 28 de Março, no Turfe Clube. A Polícia Militar foi chamada por vizinhos, após ouvirem um grande barulho e deduzirem que se tratava em algo na agência. 

No local, a PM constatou a explosão do caixa eletrônico. O local foi isolado até a chegada da Perícia. A PM informou que a princípio o cofre do caixa explodido não foi afetado. O vidro da frente da agência foi quebrado e parte do teto também foi danificada pela explosão. Estilhaços ficaram espalhados por todo o salão da agência.

O Comandante do 8º BPM,  Tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, disse que a PM chegou a ser acionada para verificar possíveis tentativas de roubo também nas agências do Itaú da 28 de Março e Santander da 13 de Maio, mas que não encontrou indício de arrombamento nestas agências. 

"No Santander os policiais encontraram as portas abertas porém sem sinal de arrombamento. No Itaú o disjuntor das câmeras estava desligado mas pode ter sido desarmado em virtude da falta de energia provocada pela explosão que ocorreu na agência bancária ao lado. A polícia não sabe precisar qual artefato foi utilizado pelo criminoso que atuou na agência do Bradesco, informação que só será confirmada mediante perícia técnica".

Ele também destacou que a ocorrência dessa atividade criminosa é esperada nessa época do ano, mas que também pode ser reflexão do trabalho repressivo da Polícia Militar ao tráfico de drogas. "O 8° BPM tem se destacado na repressão ao tráfico de drogas, então, a Polícia acaba gerando um prejuízo no tráfico e eles precisam se capitalizar. Percebemos que o criminoso não era experiente porque explodiu e não conseguiu violar o caixa eletrônico, logo, nenhuma quantia foi subtraída. A informação que nós temos é de que ele agiu sozinho e chegou de moto. Não sabemos se algum carro o dava cobertura. Estamos buscando câmeras nas proximidades já que as câmeras da Prefeitura não estavam funcionando", concluiu.

O Sindicato dos Bancários enviou uma comissão à agência. De acordo com o presidente Rafanele Alves, o sindicato foi ao local mediante a eventual possibilidade do banco em abrir a agência sem condições de funcionamento e também para dar apoio aos funcionários. 

"A ação criminosa foi expressiva e os funcionários ao chegarem para trabalhar é inevitável o abalo psicológico. Soubemos que eles serão direcionados à outras agências para cumprirem o dia de trabalho", disse.

Na manhã desta segunda os estilhaços dos vidros foram retirados e a agência começou a ser reorganizada.

A gerência do banco não se pronunciou. Por meio de nota, o Bradesco informou que está trabalhando para restabelecer o atendimento o mais breve possível e que os clientes estão sendo direcionados para as Agências Saldanha Marinho e Campista. A assessoria não informou se alguma quantia foi levada.



Fonte: Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário