Tumulto e denúncia de uso de arma de fogo em fiscalização do IMTT ao transporte alimentador - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Tumulto e denúncia de uso de arma de fogo em fiscalização do IMTT ao transporte alimentador

Ação foi denunciada nas redes sociais / Reprodução
Uma fiscalização do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), realizada na manhã desta segunda-feira (9), gerou reclamações por parte de permissionário e passageiros da localidade de Ururaí. 

Segundo a denúncia gravada em vídeo e divulgada pelas redes sociais, um motorista que atua no Setor F teria sido abordado por uma equipe do órgão e sofrido ameaças, inclusive com a utilização de uma arma de fogo. 

O IMTT informou que o veículo foi parado após rodar na área central do município, o que não é permitido no novo sistema de transporte do município. 

Em nota, o IMTT disse ainda que a ação foi realizada por fiscais e agentes de segurança, mas não se manifestou sobre o uso ou não do armamento.

No vídeo, uma mulher, que não se identifica, afirma que uma arma teria sido apontada para o motorista do veículo e que passageiros chegaram a passar mal durante a ação. “O pessoal ficou nervoso, ele puxou uma arma e colocou na cara do motorista dentro de Ururaí”, conta.

O transporte alimentador do Setor F, que compreende a região sul de Campos, como Ururaí, Ponta da Lama, Ibitioca, Serrinha e Dores de Macabu, começou a operar no dia 24 de agosto deste ano. De acordo com o novo sistema, a área central de Campos deve ser atendida por empresas de ônibus que venceram o edital de licitação em 2015. Já as áreas mais distantes passam a ser atendidas pelo transporte alimentador, realizado por vans e micro-ônibus, que devem atuar apenas até os terminais.

Em nota, o IMTT informou que recebeu uma denúncia sobre uma van do Setor F que estaria circulando fora do perímetro permitido. “Foi acionado o sistema de monitoramento por GPS, que comprovou o trajeto indevido, além da alta velocidade do veículo. A equipe do IMTT — composta por fiscais do órgão e agentes de segurança pública — foi até o local para abordagem ao veículo, já que a situação colocava em risco a vida dos passageiros. O IMTT reforça que a fiscalização tem o objetivo de assegurar a segurança e integridade dos usuários do transporte público e apura o ocorrido para medidas que eventualmente se façam necessárias”, finalizou.


Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net