Torcedor que tatuou camisa do Flamengo sonha em ver a final do Cariocão - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Torcedor que tatuou camisa do Flamengo sonha em ver a final do Cariocão

Sem recursos financeiros, o caminhoneiro José Maurício dos Anjos, de 34 anos, completa dois anos do projeto `Manto na Pele´ e quer estar domingo no Maracanã para ver jogo contra o Vasco
Arquivo Pessoal
Rio- Torcedor rubro-negro fanático, o caminhoneiro José Maurício dos Anjos, de 34 anos, completa nesta sexta-feira,  dois anos do projeto `Manto na Pele´, sonhando em conseguir patrocínio para ir ao Maracanã domingo, para assistir a final do Cariocão contra o Vasco da Gama. Sem recursos financeiros suficientes para custear viagem e estadia no Rio, o condutor de poli-guindaste, morador de Joinville (SC), no Norte de Santa Catarina, manifestou o desejo em suas redes sociais, frequentemente bem acessadas por internautas curiosos em conhecer a proeza, fruto de 90 hora de sessões e um ano de dores e sacrifícios.

O flamenguista José Maurício dos Anjos, de 34 anos, completou dois anos do projeto `Manto na Pele´, sonhando em ver a final do Cariocão domingo contra o Vasco - Álbum Pessoal

"É mais um sonho (de ver a final do Campeonato Carioca no Maracanã). Nunca deixei de acreditar em si mesmo e no seus sonhos", postou José Maurício. Por telefone, José Maurício disse ao DIA que chegou a conseguir alguns patrocínios isolados ao longo dos últimos 24 meses, que o fizeram, por exemplo, a conhecer o craque Zico e participar de diversos projetos de promoção do clube da Gávea. Um deles, o levou à Copa do Mundo da Rússia, em 2018. "Mas agora não consegui nenhuma ajuda para ir domingo ao Maracanã. Mas ainda dá tempo. Ei de conseguir", apelou José Maurício, que disponibilizou seu Instagram @Maurício.mantonapele para contatos de interessados em patrociná-lo domingo.

Ao todo, José Maurício, também com ajudas esporádicas, de parentes e amigos, gastou em torno de R$ 15 mil para tatuar a camisa do Flamengo em tamanho natural.  Na época em que fez a tatuagem, Sandro Chaves, o Maga Tatoo, um dos tatuadores que participaram do projeto, estimou que as tintas preta e vermelha usadas para cobrir a parte frontal do tórax e as costas, dariam para fazer 300 pequenas tatuagens. "Foi caro, dolorido e cheio de contratempos, mas não me arrependo. O Flamengo é minha segunda pele, mesmo", justifica.

Solidários, muitos torcedores inciaram uma campanha de apoio e manifestaram solidariedade ao caminhoneiro. "Tenho fé em Deus que vai conseguir, amigo. O empresário que o ajudar, estará investindo indiretamente em uma propaganda e tanto para sua própria empresa. Estamos na torcida", resumiu o internauta que se identificou como Felix Guimarães Silva. "Puxa, inacreditável que o próprio Flamengo não se interesse nessa mega promoção para o próprio clube", lamentou José Antônio da Silva.
 Álbum Pessoal


O Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net