'O Sétimo Guardião' é acusada de plágio por escritora - CMN - Campos Magazine News

News

quarta-feira, 27 de março de 2019

'O Sétimo Guardião' é acusada de plágio por escritora


Drama nos bastidores de 'O Sétimo Guardião' parece não ter fim
Marina Ruy Barbosa em 'O Sétimo Guardião' Foto:Reprodução/TV Globo
O drama nos bastidores de O Sétimo Guardião não parece ter fim, mesmo com atores negando.

A novela das nove está encarando uma sequência de problemas, que começou logo na estreia. O mais recente é que uma autora de livros espíritas está processando a Globo por plágio. O nome dela é Barbara Rastelly, que lançou o livro As Muralhas da Vida Eterna.

Segundo o colunista Ricardo Feltrin do UOL, Barbara alega que a novela tem grandes semelhanças com seu livro, desde detalhes até a própria natureza da trama. Ela inclusive alega ter enviado o livro à Globo em 2016, e guardou comprovantes.

Para quem não sabe, é muito comum que empresas recusem terminantemente o envio de obras, premissas e, enfim, qualquer coisa que possa ser a semente de uma outra obra de ficção sem que haja um contrato pré-estabelecido, já que isso abre margens concretas para esse tipo de caso. E, de fato, o livro de Barbara tem grandes semelhanças com O Sétimo Guardião: os protagonistas são feitos de prisioneiros e chamados de forasteiros , assim como Gabriel (Bruno Gagliasso) no início da trama. Há guardiões como peça central de ambas as obras. Há uma gruta protegida por um animal fantástico e que se comunica telepaticamente no livro e na novela. A ação lista mais de 20 detalhes como estes.

O processo pede que a exibição de O Sétimo Guardião seja suspensa e que haja uma perícia analisando as duas obras, além de verificar os valores de faturamento da novela. Inicialmente, também foram pedidos R$ 150 mil por danos morais. Isso tudo pode não dar em nada, já que o processo sequer foi acatado por algum juiz - que é quando ele realmente começa a tramitar na justiça e a Globo é notificada oficialmente. E, é claro, nenhuma das semelhanças apontadas realmente indica um plágio. Se o processo for acatado é que a justiça vai decidir.

Infelizmente para a novela, esse não é o primeiro drama envolvendo plágio. Um grupo de alunos que participaram de uma Master Class com Aguinaldo Silva em 2015 acusou o autor de utilizar suas ideias na novela, sem dar os devidos créditos. Na época, a Globo creditou os alunos como colaboradores, mas alguns entraram com processo, que ainda está rolando. A emissora não irá comentar este caso atual até que seja notificada.

Contigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net