BPRv flagra descarga de combustível sem nota fiscal - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 29 de março de 2019

BPRv flagra descarga de combustível sem nota fiscal

Divulgação
Policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) apreenderam, na manhã desta sexta-feira (29), cinco caminhões que transportavam cargas sem nota fiscal e licença ambiental, que seriam descarregadas em estabelecimentos distintos de Campos. Três dos veículos totalizaram mais de 100 mil litros de combustível, destinados a postos situados na avenida 28 de Março e na RJ 216 (Campos/Farol). 

Durante a operação, que aconteceu por volta das 11h, próximo ao posto do Batalhão, no km 3 da RJ 216, no Parque Tropical, os agentes também apreenderam um caminhão que transportava botijões de gás – sem documentação emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) – e outro com produtos alimentícios e sanitários, transportados de forma indevida como determina a Vigilância Sanitária.

De acordo com o BPRv, as ações aconteceram por determinação do comandante da 4ª Companhia, major Daniel Frederico. Os policiais informaram que um dos caminhões apresentava lacre em desacordo com a nota; outro não tinha licença de operações do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e o terceiro não apresentava nota fiscal e licença de operações do Inea. Na ação que aconteceu na avenida 28 de Março, os agentes flagraram um caminhão com 30 mil litros enquanto era descarregado. A carga seria proveniente da Distribuidora Minuano. A Agência Nacional do Petróleo (ANP) foi acionada e os pontos foram isolados para serem periciados.

O condutor dos botijões de gás, de 60 anos, que preferiu não ser identificado, informou que no caminhão, Mercedes Benz, de cor azul, com placa de Duque de Caxias - RJ, eram transportados 510 botijões de gás, no valor de R$ 165, cada, que seriam descarregados em um depósito no distrito de Goitacazes, em Campos. "A transportadora é situada em Duque de Caxias e abastecemos Campos e São Francisco de Itabapoana (SFI). Eles seriam comercializados em três estabelecimentos nos municípios. No caminhão estávamos eu e um ajudante, quando fomos abordados pelos agentes. Foi verificado que uma documentação do Ibama estava atrasada. O proprietário já foi comunicado e estamos aguardando ele para regularizar a situação", declarou.

Já a carga transportada em outro caminhão Mercedes Benz, prata, com placa de Serra, no Espírito Santo, não foi contabilizada. Os agentes acionariam a Vigilância Sanitária para avaliação já que os produtos sanitários e alimentícios seriam transportados de forma indevida.

Os motoristas e foram conduzidos para a 134ª Delegacia de Polícia (Centro), para esclarecimentos e os casos registrados para investigação.

Segundo o major Daniel Frederico, as notas fiscais e documentos ambientais são objetos de fiscalização, sendo necessário o transporte dos mesmos, sob pena de crime tributário. “Não adianta ter os documentos e não transportá-los. Também não adianta apresentar a nota com data e hora posterior à abordagem dos agentes, pois essa é uma maneira de tentar burlar a fiscalização”, declarou.

Outro – Na manhã da última quinta-feira (28), por volta das 8h30, dois caminhões transportando madeira de eucalipto foram apreendidos na RJ 238, mais conhecida como Estrada dos Ceramistas, próximo ao posto do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), situado na RJ 216, em Campos. De acordo com agentes, o motorista não apresentava a documentação necessária para transporte do material. Ele foi conduzido à delegacia sob suspeita de crime ambiental.

Aos policiais o homem relatou que vinha de uma fazenda em Cardoso Moreira e seguia sentido a Farol, onde descarregaria a carga em uma olaria. Os veículos, um caminhão azul e outro amarelo, com placas de Bom Jesus, foram levados para a 134ª DP, para registro de ocorrência.


Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net