Decreto em Cabo Frio exige que turistas mostrem teste negativo de Covid-19 para entrar na cidade - CMN - Campos Magazine News

News

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Decreto em Cabo Frio exige que turistas mostrem teste negativo de Covid-19 para entrar na cidade

 O exame deverá ter sido realizado 72 horas antes da chegada na cidade. Decreto entra em vigor na próxima segunda-feira (11) e vale para quem chegar em ônibus de turismo ou quem tiver reserva de hospedagem.

Foto: Reprodução | Isadora Aires/G1

A Prefeitura de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, passará a exigir a apresentação de teste negativo para Covid-19 dos turistas que desejarem entrar na cidade. A medida, publicada em decreto nesta terça-feira (5), foi definida após reunião do prefeito José Bonifácio com os membros do Gabinete de Soluções Contra a Covid-19.


A medida entra em vigor a partir da próxima segunda-feira (11).


De acordo com o documento, os visitantes que chegarem à cidade em ônibus de turismo, ou que tiverem reservas em meios de hospedagem, terão que apresentar teste negativo ou não-reagente para entrar na cidade.


Em relação aos ônibus de turismo, o decreto prevê que o teste, de qualquer tipo disponível nos laboratórios, seja cobrado de todos os passageiros, motoristas e guias. Caso alguém apresente resultado positivo, ou não tenha o teste em mãos, o ônibus não poderá entrar na cidade e todos os passageiros terão que retornar para o local de origem.


Já em relação aos meios de hospedagem, o decreto prevê que o teste seja cobrado no momento da chegada dos hóspedes. Além disso, cada hotel, pousada ou meio de hospedagem terá que elaborar um relatório diário de entrada e saída dos visitantes, com cópia dos respectivos testes de quem estiver chegando. Equipes da Vigilância Sanitária farão a fiscalização diretamente nos locais.


Tanto no caso dos ônibus quanto dos meios de hospedagem, o exame deverá ter sido realizado 72 horas antes da chegada na cidade.


Para o novo secretário de Saúde, Felipe Fernandes, a medida deve colaborar para evitar que pessoas contaminadas pelo novo coronavírus entrem em Cabo Frio.


"É muito importante que todas as decisões sejam tomadas tendo, como foco principal, os índices de contaminação e de leitos hospitalares disponíveis na cidade. Cabo Frio fica super lotada nesta época do ano, e não há leitos suficientes para atender a um grande aumento na demanda. Não podemos colocar vidas em risco. Por isso, é necessário fazer esse controle da entrada de visitantes", considera o secretário de Saúde.


O novo decreto estabelece, ainda, que as barreiras de controle e prevenção à Covid-19 sejam organizadas pelas secretarias municipais de Mobilidade Urbana e Segurança Pública


Aglomeração


Com a chegada do verão e as comemorações de fim de ano, Cabo Frio recebe milhares de turistas. Mesmo com a pandemia, esse cenário não tem sido diferente. O réveillon na Praia do Forte, por exemplo, teve show não oficial de fogos e desrespeito às medidas restritivas estabelecidas por decretos municipais para tentar impedir o avanço da Covid-19 na cidade.


O município autorizou o acesso às praias, mas os turistas ignoraram os decretos, descartando, inclusive, o uso de máscaras.


Covid-19


De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (5), Cabo Frio tem 5.293, com 213 óbitos causados pela doença.












Fonte; G1 — Cabo Frio

Nenhum comentário:

Postar um comentário