Wladimir faz mais de 106 mil votos e disputa segundo turno com Caio que fez 68 mil - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Wladimir faz mais de 106 mil votos e disputa segundo turno com Caio que fez 68 mil

 TSE ainda vai definir se a chapa mais votada será deferida ou se Dr. Bruno Calil participará do segundo turno


A eleição para prefeito de Campos terá segundo turno entre Wladimir Garotinho (PSD) e Caio Vianna (PDT). Os dois candidatos foram os mais bem posicionados neste domingo (15), em um primeiro turno marcado por abstenção expressiva, grande número de votos brancos e nulos e judicialização da disputa — cujo destino depende, agora, de uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Com 99,90% das urnas apuradas, Wladimir Garotinho tem 106.394 votos (42,93%) e Caio Vianna, 68.671 (27,71%). Ao todo, 6.839 (4,2%) eleitores votaram em branco e 15.821 (9,72%), nulo. A abstenção foi de 89.738 votantes (35,53%)%. Somados, os votos inválidos representam 49,45% do universo de pouco mais de 360 mil eleitores. O segundo turno acontece no próximo dia 29.


Chapa Garotinho/Paes sub judice


Wladimir Garotinho e seu vice, Frederico Paes (MDB) tiveram os votos contabilizados, mas divulgados como “sub judice”. Paes é alvo de um pedido de impugnação movido pelo candidato derrotado Dr. Bruno Calil (SD), que alegou que o empresário não se desincompatibilizou da direção do Hospital dos Plantadores de Cana dentro do prazo. Como o prazo para substituir o vice está encerrado, o resultado da ação pode atingir toda a chapa.


Apesar da vitória de Paes em primeira instância, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) confirmou, na última quinta-feira, por 6 a 0, o indeferimento do registro do empresário. Um recurso foi impetrado no TSE, em Brasília.


Caso Paes não consiga reverter a situação dentro do período do segundo turno, o eleitor campista pode ser surpreendido com mudança de posições dos dois primeiros colocados no primeiro turno, quando o terceiro colocado, Dr. Bruno Calil (SD), que teve XXX votos, seria convocado para a disputa.


Outro cenário, mais drástico ainda, seria a convocação imediata de outra eleição para o município de Campos caso Wladimir Garotinho vença as eleições no segundo turno mas perca no TSE.










Fonte: Jornal Terceira Via

Nenhum comentário:

Postar um comentário