SJB registra a 25ª morte por Covid-19 - CMN - Campos Magazine News

News

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

SJB registra a 25ª morte por Covid-19

São João da Barra registrou a 25ª morte pelo novo coronavírus nesta quarta-feira, 26. A paciente, idosa, de 74 anos, era moradora do Centro de São João da Barra e estava internada no Hospital de Campanha desde o último dia 24 de julho.

Até o momento, os óbitos confirmados pelo novo coronavírus eram moradores de Barcelos (88 anos, 63 anos e 72 anos), Campo de Areia, Cazumbá (dois caminhoneiros de 49 e 54 anos, além de um idoso de 79 anos e uma idosa de 83 anos), Mato Escuro (65 anos), Sabonete (79 anos), de Rua Nova (99 anos e 79 anos), Vila Abreu (85 anos e 56 anos), Grussaí (60 anos, 63 anos, 63 anos, 70 anos, 85 anos e 93 anos), Atafona (71 anos, 87 anos e 56 anos), Centro de São João da Barra (de 66 anos e duas pessoas de 74 anos).

Plano preliminar de retorno às aulas

Ainda sem data prevista para o retorno das aulas, a Prefeitura de São João da Barra atende determinação do Ministério Público Estadual e, juntamente com a sociedade civil organizada e com ampla participação da sociedade local, elaborou o Plano Preliminar de Retorno Seguro às Atividades Escolares Presenciais. A iniciativa segue os protocolos vigentes nas diretrizes da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e da OMS (Organização Mundial da Saúde)

O objetivo do documento é orientar os gestores das instituições de ensino e servir como instrumento de apoio na tomada de decisão, visando o retorno gradual das atividades, com manutenção de um ambiente seguro e saudável para alunos e servidores. 

“O documento apresenta orientações para o funcionamento e desenvolvimento de atividades presenciais nas unidades escolares, além de ações de prevenção, minimização ou eliminação de riscos à saúde”, explicou a secretária de Educação e Cultura, Angélica Rodrigues da Silva, informando que atualmente a rede escolar segue em caráter preliminar e provisório desenvolvendo atividades pedagógicas não presenciais.

A secretária acrescentou que a prioridade é a defesa da vida e o respeito às recomendações da OMS e da comunidade científica. "A natureza dessas atividades será adequada quando a ciência, através dos órgãos competentes, garantir que a comunidade escolar não está exposta a riscos provocados pela Covid-19", finalizou.

O documento está disponível no anexo 






Parahybano | Ascom SJB

Nenhum comentário:

Postar um comentário