Escola cívico-militar é inaugurada durante visita de Wilson Witzel a Miracema - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Escola cívico-militar é inaugurada durante visita de Wilson Witzel a Miracema

Colégio estadual vai funcionar com horário integral após o período de pandemia.
Foto: Divulgação/Secretaria Municipal de Educação de Miracema
O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel inaugurou uma escola cívico-militar durante uma visita a Miracema, no Noroeste Fluminense, nesta quarta-feira (5).

O Colégio Estadual Professora Sônia do Amaral Torres está em funcionamento desde março com aulas remotas devido ao período de pandemia de Covid-19. Assim que o retorno das aulas presenciais for autorizado, a escola vai funcionar em horário integral.

De acordo com o governo estadual, a meta é abrir 100 escolas deste modelo até 2022.

Segundo o governo, no modelo vocacionado, os estudantes participam das disciplinas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com aulas ministradas por professores da rede pública estadual, e também recebem conhecimentos específicos do eixo vocacionado ao ensino cívico-militar.

Em Miracema, a parceria é com a Polícia Militar.

O Colégio terá carga horária ampliada para as disciplinas de língua estrangeira, educação física, português e matemática.

Diferente de outras cidades, Miracema foi a primeira a ser contemplada com o modelo também no Ensino Fundamental (6º ano).

Em novembro do ano passado, o secretário municipal de Educação Charles Magalhães realizou uma audiência pública com a comunidade escolar, com a participação do prefeito Clovinho Tostes, vereadores e pais de alunos. Dentre os pedidos, o desejo do ensino vocacional no ensino fundamental.

A proposta foi levada pelo prefeito ao governador e ao secretário estadual de Educação Pedro Fernandes, o que foi ajustado e aceito por ambos.

Atualmente o Colégio E. Cívico-Militar Professora Sônia do Amaral Torres funciona com quatro turmas, sendo três turmas de 6º ano do Ensino Fundamental e uma de Ensino Médio.

Os professores, corpo pedagógico e direção passaram por processo seletivo simplificado e por formação específica.

A Prefeitura de Miracema realizou obras para adequar a proposta e entregar ao estado um prédio considerado modelo para a implementação desse tipo de colégio. Trocou todo o telhado e reformou a quadra que estava interditada por cerca de 3 anos.

Já a rede estadual climatizou todas as salas e comprou toda a mobília para a unidade modelo.

A proposta de crescimento gradativo pretende contemplar 540 alunos até o ano de 2024.





G1 Norte Fluminense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário