Campos com mais 17 leitos de UTI - CMN - Campos Magazine News

News

domingo, 7 de junho de 2020

Campos com mais 17 leitos de UTI

Mesmo com a intervenção do Governo de Estado nos sete hospitais de campanha, a entrega da unidade em Campos ainda é incerta e falta desses leitos impacta diretamente na Saúde Pública do município no combate ao novo coronavírus, conforme já declarou o prefeito Rafael Diniz (Cidadania). A Prefeitura, contudo, anunciou que implantou 17 leitos de UTI que já atendem a vítimas da Covid-19: 10 na UPH São José, cinco na Santa Casa de Misericórdia e dois de UTI pediátrico (Utip) no Hospital Ferreira Machado. Também foram implantados 16 leitos clínicos no São José e oito no HFM para reforçar o atendimento. Já no Centro de Controle e Combate ao Coronavírus (CCC), a ocupação de leitos de UTI chega a 96%.
Somente na UPH São José são mais 10 leitos de UTI e 16 clínicos para vítimas da Covid-19
Divulgação
O CCC foi inaugurado em março, no novo prédio da Beneficência Portuguesa, com 19 leitos de UTI, mas, em maio, o número foi ampliado para 29. O local conta, ainda, com 60 leitos clínicos, além de cinco leitos de unidade de pacientes graves.

Dos sete hospitais de campanha, apenas o do Maracanã já está em funcionamento. Em relação aos demais, incluindo a unidade campista, o Estado informou que a secretaria de Infraestrutura e Obras fará novas vistorias para verificar como as unidades se encontram em termos de estrutura e equipamentos.

Diante dos problemas de atraso na montagem dos hospitais de campanha e deficiência na gestão, o governador Wilson Witzel (PSC) determinou na última quarta-feira (3), por meio do decreto 47.103/20, que a secretaria de Estado de Saúde assumisse a gestão dos hospitais de campanha. O contrato e os termos aditivos realizados com a Organização Social Instituto de Atenção Básico à Saúde (Iabas) foram anulados e o governo requisitou todo o equipamento e mão-de-obra no combate à pandemia, assim como a conclusão das obras.

Ocupação em UTI no CCC chegou a 96,5%

De acordo com a Prefeitura de Campos, até quinta-feira, a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública e contratualizada era de 89%. Entre os pacientes por Covid-19 no Centro de Controle e Combate ao Coronavírus, 45 de 60 leitos clínicos estavam ocupados e 28 dos 29 leitos de UTI, o que equivale a 96,5% de ocupação.

Entre os hospitais particulares, o total de leitos de UTI foi de 60 - com 66,6% destes ocupados. Entre os clínicos, 119 estiveram aptos, destes, 73% estiveram ocupados.

Ainda segunda a Prefeitura, os números correspondem ao quantitativo de leitos totais aptos adultos e pediátricos - além das UTI neonatal e Unidade Intensiva (UI) neonatal dos contratualizados - na quinta (04) e respectivas ocupações. Esses números fazem parte de dados relatados pelos hospitais públicos, privados e contratualizados do município. 

A amostra leva em conta a Santa Casa de Misericórdia, Hospital Escola Álvaro Alvim, Hospital da Sociedade Portuguesa de Beneficência de Campos (incluindo Centro de Combate ao Coronavirus), Hospital Plantadores de Cana, além do Hospital Ferreira Machado (HFM) e Hospital Geral de Guarus (HGG). Estão inclusos, ainda, os hospitais particulares ProntoCardio, Beda e Unimed.






Por Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário