Subcomandante da Polícia Militar de Macaé morre por Covid-19 - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 25 de maio de 2020

Subcomandante da Polícia Militar de Macaé morre por Covid-19

Fernando Estevam Pereira estava internado na UTI do Hospital Central da Polícia Militar (HCPM) e morreu nesta segunda (25). Informação foi divulgada pela PM.
Foto: Polícia Militar
O tenente-coronel da Polícia Militar, Fernando Estevam Pereira, de 50 anos de idade, que atuava como Sub Comandante Administrativo do 32° Batalhão da Polícia Militar de Macaé, morreu, nesta segunda-feira (25), de Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Polícia Militar.

De acordo com a PM, o tenente-coronel Estevam estava internado na UTI do Hospital Central da Policia Militar (HCPM), onde faleceu.

Na noite desta segunda-feira (25), o militar recebeu homenagens nas redes sociais.

"A tarde ficou sombria, infelizmente foi mais um Guerreiro que perdemos para o inimigo invisível, o COVID-19. Ele que estava linha de frente dessa batalha, que zelava pela saúde dos seus comandados. Palavras são incapazes de descrever o nosso sentimento! Uma irreparável perda para PMERJ e para sociedade! Nos despedimos com muita dor e tristeza! Que Deus o receba na morada dos combatentes, possa confortar seus familiares nesse momento de tamanha dor e nos dê forças para seguirmos em frente", afirma trecho de nota divulgada pelo 8º Batalhão de Polícia Militar de Campos dos Goytacazes.

O Centro de Instrução Especializada em Armamento e Tiro (CIEAT), também publicou homenagem ao tenente-coronel na noite desta segunda: "Homenagem do CIEAT a este grande profissional. Deixa Saudades".

"Com exemplos inspirou diversos profissionais e como um líder foi naturalmente admirado por seus irmãos de farda. Hoje o dia não termina com a sua alegria TENCEL Estevam, mas temos a certeza de que o senhor para sempre viverá em nossos corações", diz trecho de homenagem feita pelo 25° Batalhão de Polícia Militar de Cabo Frio, por onde também passou.

Estevam entrou para a Polícia Militar em março de 1996.







Por G1 — Norte Fluminense

Nenhum comentário:

Postar um comentário