5 milhões de pessoas voltam para lockdown na China - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 25 de maio de 2020

5 milhões de pessoas voltam para lockdown na China

Duas cidades no noroeste do país apertam medidas de restrição após a confirmação de novos casos.
(Liyao Xie/Getty Images)
Enquanto muita gente acredita que, na China, o pior já passou, as autoridades de saúde locais alertam para uma segunda onda de infecções no país. As cidades de Shulan e Jilin retornaram a um lockdown rigoroso após a detecção de novos casos na província de mesmo nome, Jilin, no nordeste da China. Juntas, as cidades somam mais de 5 milhões de habitantes.

A volta à quarentena acontece justamente quando o país já está tentando voltar ao normal. Algumas cidades da província fecharam trens, ônibus e escolas, e apertaram as medidas de restrição. Na cidade de Shulan, os moradores só poderão sair de casa para comprar alimentos e medicamentos a cada dois dias, por apenas duas horas. Segundo a imprensa local, a cidade já é considerada o novo epicentro do vírus dentro do país.

A China continua testando a população e registrando novos casos. A cidade de Wuhan, onde o surto começou, já anunciou que pretende testar todos os seus 11 milhões habitantes. Enquanto isso, 34 pessoas foram diagnosticadas com Covid-19 na última quinzena na cidade de Jilin. No total, a província registrou 127 transmissões locais do vírus.

Os casos não estão crescendo tão rápido quanto aconteceu em janeiro em Wuhan, mas medida rígida foi adotada para evitar um possível novo surto que saia do controle. O vice prefeito de Jilin afirmou que há risco de um novo surto da doença na região.







Maria Clara | Superinteressante - Abril

Nenhum comentário:

Postar um comentário