Prefeito assina decreto proibindo pacientes em quarentena ou com suspeita de coronavírus de desembarcarem em Macaé - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 20 de março de 2020

Prefeito assina decreto proibindo pacientes em quarentena ou com suspeita de coronavírus de desembarcarem em Macaé

Reprodução
O prefeito de Macaé, Dr. Aluizio, assinou nesta quinta-feira (19) dois novos decretos que reforçam as medidas para evitar o contágio local da doença. Um diz respeito ao tráfego de passageiros no aeroporto e na rodoviária de Macaé. O outro é direcionado a atendimentos em unidades de saúde.

A partir desta quinta-feira fica proibido o desembarque de passageiros no aeroporto e na rodoviária de Macaé, que estejam em quarentena ou que apresentem sintomas do coronavírus. A medida entra em vigor através do decreto 35/2020.

As concessionárias e órgãos responsáveis pelo aeroporto e pela rodoviária deverão se responsabilizar pela adoção dos protocolos previstos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a fim de que sejam realizadas as verificações de praxe.

Já o decreto 36/2020 suspende, por tempo indeterminado, os atendimentos ambulatoriais eletivos de pacientes estáveis, nas unidades de saúde públicas e privadas de Macaé. Estão mantidos os atendimentos ambulatoriais de cardiologia, oncologia, pré-natal, psiquiatria e psicologia e dos pacientes que tenham risco de descompensação ou deterioração clínica, assim como os atendimentos nos setores de imunização e o acesso às receitas da prescrição de uso contínuo.

Será mantido também o acolhimento por profissional de saúde da demanda espontânea não agendada de usuários nas unidades de saúde ambulatoriais públicas e privadas, visando a orientação quanto às medidas preventivas à infecção pelo coronavírus, cuidados básicos com a saúde, e sinais de alerta que justifiquem atendimento em unidades de pronto atendimento/emergências.

Por outro lado, não será permitida a presença de acompanhantes, exceto nos casos previstos por lei – nos quais serão aceitos apenas um por paciente.



Noticias Macaé

Nenhum comentário:

Postar um comentário