Contorno e duplicação da BR 101 com mais um trecho neste ano - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Contorno e duplicação da BR 101 com mais um trecho neste ano

Reunião aconteceu em Macaé / Divulgação - Supcom
A obra na BR 101, no antigo trevo do Índio, em Campos, está prevista para iniciar no mês de junho e aguarda autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), especificamente da Gerência de Fiscalização. A previsão é de que as obras terminem em dezembro. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (08), durante reunião do grupo paritário para atualização das informações sobre o contorno e pista acessória no trevo e a finalização da duplicação da rodovia federal, que aconteceu no Sesi, em Macaé.

Durante o encontro, o diretor de Operações da Arteris Fluminense - concessionária que administra a rodovia -, Helvécio Tamm, explicou a motivação do grupo paritário, ressaltando que a concessionária está aberta para quaisquer questionamentos. "É importante a atualização das informações e o debate sobre a duplicação e contorno de Campos", destacou Tamm.

"Foi uma reunião bastante produtiva. O debate sobre contorno é essencial para o desenvolvimento do município e para melhorar a qualidade de vida dos campistas que cruzam a BR todos os dias. Quanto a este tema, foi explicado o histórico de alterações do projeto original e todas as partes acordaram em retomar o projeto original em pista simples. Teve uma pequena alteração do traçado para facilitar a execução, e também afastando da área de amortecimento do Parque do Desengano. A probabilidade é de início das obras em 2021 e conclusão em 2025", explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), Felipe Quintanilha.

Durante a reunião também foi confirmada a entrega, até o Carnaval, da 3ª faixa da BR 101, em Manilha, região de São Gonçalo, que irá diminuir os congestionamentos frequentes no local. A Arteris informou, ainda, que foi liberada a licença do km 144 até o km 177, com obra prevista para começar no mês de março. Segundo a concessionária, no total, serão mais 33 quilômetros de duplicação, ficando pendentes os 13 quilômetros em frente à reserva biológica União. Atualmente, há 126 km prontos e duplicados da BR 101, de um total de 176 km de duplicação.

Outro trecho que aguarda autorização da ANTT para início de obra é o de Casimiro de Abreu. De acordo com a Arteris, a previsão é que seja construído um grande viaduto em duas passagens separadas. O prazo de execução da obra é de 24 meses e o viaduto será no mesmo sentido da BR 101 atual, com todos os contornos sendo feitos em pistas acessórias municipais.

Outros assuntos debatidos foram o trevo da Pedreira em Macaé, no km 169, com proposta de empresários para custear a melhoria do raio de curvatura e as melhorias em Travessão, com projeto funcional já na ANTT para aprovação e proposta de começar as obras ainda neste ano.

Na reunião, também foi ressaltado que era previsto um investimento da concessionária no valor total de R$ 1.7 bilhão e, atualmente, iniciando o 13º ano de concessão, já foram investidos R$ 1.1 bilhão.

Outro tópico discutido entre o grupo paritário foi a obra entre os km 215 a 217, pouco antes de Casimiro de Abreu, que ainda não foi feita por questões técnicas, devido às chuvas. A ideia é retomar essa obra em fevereiro ou março.

Além de desafogar o trânsito, a duplicação na BR 101 tem contribuído para reduzir o número de acidentes com mortes. Em 2019, 69 pessoas morreram em acidentes de trânsito na BR, o menor número desde o início da concessão. Em todo o Brasil, o número de óbitos por acidentes de trânsito nas rodovias federais é de 45 mil pessoas.

Ainda na reunião, foi anunciada a instalação de cerca de 50 novas câmeras no trecho administrado pela Arteris Fluminense, atingindo mais de 70% de área de cobertura. A rodovia tem 107 câmeras atualmente. Por solicitação da ANTT, essas novas câmeras serão instaladas em locais onde há problemas de sinal de celular. As câmeras e postes estão comprados, aguardando apenas a chegada do material e autorização da agência.

Também estiveram presentes na reunião o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos (Acic), Leonardo de Castro Abreu; e o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro no Norte Fluminense (Firjan-NF), Fernando Aguiar. Para próximas definições, ficou agendada nova reunião do grupo paritário de trabalho no próximo dia 15 de abril, em Campos, na sede da representação da Firjan Regional Fluminense.





Fonte: Supcom | Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário