Passageiros fazem manifestação por problemas com integração no transporte - CMN - Campos Magazine News

News

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Passageiros fazem manifestação por problemas com integração no transporte

Um grupo de passageiros de localidades da região Norte e Rio Preto, em Campos, realizaram uma manifestação em frente a rodoviária Roberto Silveira, na tarde desta segunda-feira (2), por problemas na integração entre ônibus e o transporte alimentador na volta para casa. 

Por causa do protesto, a avenida José Alves de Azevedo (Beira-valão) foi interditada por cerca de um hora e grupo foi dispersado pela Polícia Militar. A reclamação diz respeito às linhas dos setores C, D, E e F que passaram a ser atendidas, nesta segunda, apenas por vans. A medida faz parte da implantação do novo sistema de transporte público, iniciado em agosto deste ano, que prevê que ônibus e vans não devem fazer as mesmas linhas, fora do período de transição. A reclamação diz respeito a problemas com uso do cartão de integração, que faz com que os passageiros tenham que pagar duas passagens, e número insuficiente de horários de vans para atender a população, além de falta de informação. O Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) informou que mais de 30 ônibus foram impedidos de sair e levar os passageiros aos terminais por causa do ato.
Manifestação de passageiros na rodoviária de Campos
Genilson Pessanha | Reprodução
— A passagem a R$ 2,75 só com o cartão de integração. Só que o RioCard ainda não começou a operar, então está tendo preço diferente dependendo da localidade, mas do terminal para o Centro não paga mais uma passagem — explicou o presidente do IMTT, Felipe Quintanilha, acrescentando que os setores C e D são atendido apenas pelo sistema da RioCard, por opção do consórcio Planície, composto pelas empresas São João e Jacarandá.

Ainda segundo Quintanilha, a RioCard foi habilitada a cerca de um mês e realiza os últimos ajustes para início de operação. 

O IMTT emitiu nota informando que respeita toda e qualquer manifestação e ressalta que há vans e micros suficientes em todas as localidades. O presidente do órgão ressaltou, ainda, que esta é uma nova etapa dentro do sistema de transporte do município e que ajustes têm sido feitos durante esse processo. Devido a manifestação na Rodoviária Roberto Silveira, mais de 30 ônibus foram impedidos de sair e levar os passageiros aos terminais. “O IMTT destaca ainda que reclamações pontuais são avaliadas e correções quanto a horários e quantidade de veículos nas localidades continuarão sendo feitas pelo órgão”, acrescentou.

Campos tem, hoje, dois sistemas de bilhetagem e usuários devem ficar atentos sobre qual atende o setor referente a sua localidade. As empresas AndaCampos e RioCard são responsáveis por recolher as passagens dentro do sistema de integração que permitem ao usuário o pagamento do valor apenas uma vez por viagem.

Sistema de Bilhetagem - AndaCampos
  • Setor A - Mussurepe, Santo Amaro, São Sebastião e Tocos
  • Setor B - Martins Lage (Venda Nova e Campo Novo)
  • Setor E - Santa Cruz
  • Setor F - Ibitioca, Serrinha, Dores de Macabu
Sistema de bilhetagem - RioCard
  • Setor C - Santa Maria, Santo Eduardo, Morro do Coco, Vila Nova e Travessão
  • Setor D - Três Vendas e Sapucaia




Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net