Polícia Federal investiga invasões de traficantes a moradias populares em Campos - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Polícia Federal investiga invasões de traficantes a moradias populares em Campos

PF também está de olho em aluguéis e vendas ilegais nos conjuntos habitacionais da cidade
Reunião aconteceu no Centro de Convenções da Uenf (Foto: JTV)
A expulsão de moradores por traficantes de drogas é um problema enfrentado por parte das mais de 7.400 famílias que moram, atualmente, em casas populares doadas pelo poder público nos últimos 15 anos. A questão é alvo de investigação da Polícia Federal, assim como fraudes envolvendo tais imóveis, como venda e aluguel ilegais.

Delegado da Polícia Federal em Campos, Paulo Cassiano Júnior ministrou palestra, na manhã desta quinta-feira (28), no Centro de Convenções da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), para um grupo de pessoas que, a partir do ano que vem, se mudará para os conjuntos habitacionais financiados pelo programa Minha Casa Minha Vida, em em parceria com a Prefeitura de Campos. São moradias dos conjuntos Novo Horizonte I, Novo Horizonte II e Novo Horizonte III, que ficam no bairro Jardim Aeroporto, e devem reunir 772 famílias.

O delegado explica que recebeu convite da Prefeitura e da Caixa para expor na palestra aspectos legais, do ponto de vista criminal, para evitar que problemas identificados em conjuntos habitacionais já instalados na cidade se repitam. Ele é responsável por investigar crimes praticados contra o patrimônio da União e suas empresas públicas, como a Caixa, por exemplo. O delegado esclarece, ainda, que, quando uma fraude ocorre contra um programa habitacional financiado pelo Governo Federal, por meio da Caixa, é atribuição da Polícia Federal investigar.

“Temos identificado inúmeros problemas de segurança pública em conjuntos habitacionais que já foram entregues à população e esses novos beneficiários de outros conjuntos que serão entregues agora podem passar por esses mesmos problemas. Identificamos fraudes e problemas em outros locais do município, como expulsões, vendas e locações. Por isso é importante discutir o assunto com esses sorteados”, disse.

Esta foi a primeira reunião para os sorteados do Programa Minha Casa Minha Vida. O evento terá continuidade nesta sexta (29), com a participação de novo grupo de sorteados, que receberá a mesma orientação.



Fonte: Jornal Terceira Via

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net