Óleo que atingiu praia de São Francisco é compatível com o achado no Nordeste - CMN - Campos Magazine News

News

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Óleo que atingiu praia de São Francisco é compatível com o achado no Nordeste

(Foto: Arquivo pessoal/João Moraes)
O óleo que atingiu a praia de Santa Clara, em São Francisco de Itabapoana, é compatível com material encontrado no litoral da região Nordeste e do Espírito Santo, de acordo com o Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA). 

Em nota divulgada nesta terça-feira (26), o grupo diz que militares da Marinha e agentes do Ibama estão no local efetuando monitoramento. Em análise anterior, fragmentos encontrados em Grussaí, São João da Barra, também apontaram compatibilidade. O GAA é formado pela Marinha do Brasil, Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Ibama.

A análise foi feita pelo Instituto de Estudo do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM) que constatou que uma amostra de 20 gramas recolhida em Santa Clara é compatível com o óleo que atingiu o litoral do Nordeste e o Espírito Santo. Já as amostras coletadas em Macaé e Quissamã, no último fim de semana, não são compatíveis.

Em nota, a Marinha afirma que todas as praias onde o material foi encontrado já estão limpas!

Na manhã desta terça-feira, 26, um pequeno fragmento de óleo, foi encontrado por uma moradora à beira mar, na localidade do Xexé, na praia do Farol de São Thomé. A Marinha foi acionada e agentes da Delegacia da Capitania dos Portos de São João da Barra compareceram no local, no início da tarde, para fazer o recolhimento do material que será encaminhado nesta quarta-feira 27, à Macaé, para análise. O resultado deve sair em alguns dias.
Outros locais

De acordo com o último boletim divulgado pelo Ibama na tarde de ontem (25), ao todo, 772 localidades de 124 municípios em 11 estados foram atingidos pelo óleo. Até o momento, constam na lista, além do Rio, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Espírito Santo.

Na semana passada, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou um edital que vai destinar R$ 1,36 milhão para pesquisas sobre o óleo encontrado nas praias brasileiras. O objetivo é contribuir para a contenção, o processamento do resíduo encontrado e a redução de danos ao meio ambiente.





JTV | Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net