Vacina contra a gripe em Campos não será mais estendida à toda população - CMN - Campos Magazine News

News

sábado, 1 de junho de 2019

Vacina contra a gripe em Campos não será mais estendida à toda população

Secretaria Municipal de Saúde justificou que segue orientação do Governo do Estado
Vacina seguirá sendo aplicada apenas em grupo prioritário
Foto: Divulgação)
A Secretaria de Saúde de Campos chegou a afirmar, no último dia 30, que estenderia a vacinação contra a gripe a toda população, seguindo diretrizes do Ministério da Saúde. No entanto, o órgão municipal voltou atrás e informou, na sexta-feira (31), que a vacina estará disponível apenas para os grupos prioritários e não para o público em geral. O órgão municipal justificou que, desta vez, segue normativa da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro.

A campanha ao público em geral seria estendida a partir de segunda-feira (3). A Secretaria de Saúde de Campos informou que a normativa do órgão estadual foi enviada por ofício. Em Campos, a cobertura vacinal do grupo prioritário é de apenas 54%.

A campanha de vacinação continua para o público-alvo até o dia 15 de junho, após prorrogação de 15 dias, em mais de 40 salas de vacinação em todo município. De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde, Andréya Moreira, a normativa direcionada a todas as secretarias municipais do estado mantém as orientações da secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

O subsecretário Geral de Saúde de Campos, Sávio Saboia, falou sobre a importância de conscientizar o público-alvo a procurar uma sala de vacinação mais próxima.

“Após ampla divulgação feita pelo Ministério da Saúde de ampliar a vacinação para todos, o Estado se posicionou e recomendou a todos os municípios fluminenses que mantenham as ações somente para os grupos prioritários. Após avaliação de toda a equipe na manhã desta sexta-feira (31), ficou decidido que neste momento o mais prudente é seguir as orientações da Vigilância Estadual”, explicou.

O público-alvo da campanha inclui idosos, crianças na faixa etária de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os profissionais de escolas públicas e privadas, os povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, detentos e os funcionários do sistema prisional.



JTV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net