Após encontrar grande quantidade de sangue em quarto de motel, Polícia Civil detém homem em Campos - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Após encontrar grande quantidade de sangue em quarto de motel, Polícia Civil detém homem em Campos

O homem tem um ferimento na mão direita e funcionários do estabelecimento notaram a falta de um cobertor no quarto. Caso está sendo investigado.

(Fotos: Reprodução WhatsApp)
Um homem foi detido na tarde de sábado (15) após funcionários de um motel encontrarem grande quantidade de sangue no quarto em que ele havia estado e notarem a ausência de um cobertor. O caso está em investigação na 146ª Delegacia de Polícia de Guarus e, segundo o delegado de plantão, Dr. Carlos Augusto Guimarães, a princípio a situação está sendo vista como uma “autolesão”, isso porque o homem está com um ferimento na mão direita, mas ele não descarta outras possibilidades.

O delegado informou que o homem foi interceptado logo após sair do motel, situado na BR-101, próximo a entrada de Lagoa das Pedras, no Parque Boa Vista. Ele estaria sob efeito de drogas e medicamentos controlados e foi levado para 146ª DP, onde permanece até o momento. No quarto em que ele estava foram encontradas poças de sangue e muitas marcas de violência nas paredes, nos lençóis e também no banheiro. Funcionários informaram ainda que um cobertor do estabelecimento teria sido retirado do local.

Em depoimento concedido neste domingo (16) após os efeitos das drogas terem passado, o homem contou que brigou com a esposa — que seria uma médica cubana que atua em São João da Barra — por conta de uma suposta traição dela e que foi “pernoitar” no motel. Lá, ele fez o consumo das drogas e dos medicamentos e teria ferido a própria mão. Ele não soube informar a localização do cobertor e negou que tenha levado, ferido ou matado outra pessoa no estabelecimento.

O delegado contou ainda que a perícia técnica já foi realizada não somente no quarto do motel, mas também no carro do suspeito, onde ele foi interceptado (um HB20 de cor branca) e onde também foram encontradas manchas de sangue. Esse sangue coletado será encaminhado para análise. O suspeito também deve passar por exame de corpo delito, quando o médico responsável irá afirmar se a quantidade de sangue encontrada no quarto pode ter sido originada apenas do ferimento na mão.

Policiais civis também foram até São João Barra em busca da esposa do suspeito. Ela deve ser levada à 146ª DP para prestar depoimento.

O delegado plantonista informou que as investigações devem continuar ao longo da semana na referida delegacia.

Versão da PM

No boletim de ocorrência da Polícia Militar consta ainda a informação de que o homem — identificado como E.F.A., de 42 anos — teria entrado no motel por volta das 2h da madrugada de sábado acompanhado de uma mulher. Ele teria saído às 17h e retornado meia hora depois solicitando a conta. Foi nesse momento que a camareira viu o sangue no quarto e teria dado falta de um cobertor.

A Polícia Militar foi acionada e encontrou o homem dentro de seu carro. Funcionários do estabelecimento contaram aos agentes que por volta das 3h da madrugada, o homem teria telefonado solicitando um cobertor sob a justificativa de que estava com frio. Por volta das 15h, o homem teria pedido para ficar em outro quarto, onde teria quebrado um espelho. Às 17h30, depois que ele saiu e pagou a conta (incluída a despesa do espelho), a camareira responsável viu o sangue e acionou a portaria e a segurança do motel, que chamou a polícia. Nesse boletim de ocorrência não há informação sobre a saída dessa mulher da qual ele estava acompanhado na madrugada.

O homem contou aos policiais militares que teria se cortado no basculante do banheiro que, de fato, estava quebrado e com marcas de sangue. Ele, então, foi levado para a 146ª DP, onde permanece após ser ouvido pelo delegado plantonista.




Fonte: Jornal Terceira Via

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net