São Francisco de Itabapoana, RJ, decreta situação de emergência por conta do avanço do mar - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 29 de março de 2019

São Francisco de Itabapoana, RJ, decreta situação de emergência por conta do avanço do mar

A erosão costeira na praia de Guaxindiba aumentou desde a última semana e causou estragos na orla.
Avanço do mar tem causado transtornos na praia de Guaxindiba — Foto: Divulgação/Defesa Civil de São Francisco de Itabapoana
A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana, no Norte Fluminense, decretou situação de emergência nesta quinta-feira (28) em razão dos danos provocados pela erosão costeira na praia de Guaxindiba. O avanço do mar no litoral do município aumentou desde a última semana e causou estragos na orla.

Segundo o município, a decisão pelo decreto foi tomada para desburocratizar as eventuais medidas que tenham de ser tomadas.

Nos últimos dias, o litoral de São Francisco recebeu visitas dos secretários estaduais de Defesa Civil e Cidades. Um relatório sobre a situação de Guaxindiba foi entregue ao responsável pela pasta de Cidades, Juarez Fialho.

“Solicitamos à Secretaria de Defesa Civil e Meio Ambiente a elaboração de um relatório sobre este fenômeno, que evidencia a necessidade de intervenção com um projeto específico para minimizar os impactos, e o entregamos ao secretário", explicou a prefeita Francimara Barbosa Lemos (PSB).

Durante a visita, Fialho revelou quais medidas tomará em relação ao problema.

“A ideia da visita foi primeiro constatar e ver de perto o problema e a realidade das pessoas que estão aqui próximas. A primeira medida será a aprovação de um decreto de emergência facilitando as ações na próxima vez que o mar colocar em risco a vida das pessoas”, revelou o secretário estadual.

O secretário municipal de Defesa Civil, Ilzomar Soares, que é biólogo marinho, ressaltou que estudos técnicos são de grande importância para orientar e nortear que tipo de projeto precisa ser implantado no local.

“Precisamos um esforço conjunto para obtermos em Guaxindiba um resultado satisfatório com urbanização da orla e solução para a quebra da hidrodinâmica [impacto das ondas], diminuindo as marés forçantes e as causas e consequências que o processo erosivo vem ocasionando. O decreto de situação de emergência será encaminhado à Regional de Defesa Civil, que posteriormente enviará ofício ao Ministério da Integração Nacional”, argumentou Soares.


G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net