Corinthians sofre, empata e passa nos pênaltis para semi com Santos - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 28 de março de 2019

Corinthians sofre, empata e passa nos pênaltis para semi com Santos

Timão abriu o placar, mas viu equipe de Araraquara empatar e complicar a situação; na disputa por pênaltis Cássio pegou um e garantiu a semi
JALES VALQUER/FRAMEPHOTO/ESTADÃO
Foi sofrido, mas o Corinthians conseguiu a vaga para a semifinal do Paulistão contra a Ferroviária, nesta quarta-feira (27), na Arena Itaquera, nos pênaltis por 4 a 3, após empate por 1 a 1.

180 minutos não foram o suficiente para Corinthians e Ferroviária decidirem quem seria o último semifinalista do Campeonato Paulista. Depois de empatarem por 1 a 1 em Araraquara, no último domingo (24), as equipes repetiram o placar na capital e a vaga teve de ser decidida na disputa de pênaltis.

Ao contrário do esperado, mesmo precisando do resultado, o Corinthians não partiu para cima da Ferroviária. Pelo contrário. Foi o time de Araraquara quem dominou as ações durante os primeiros minutos. 

Apesar de não controlar a partida, no primeiro tempo foi o Timão quem levou mais perigo ao gol adversário, com duas cabeçadas de Gustavo, uma chegou a entrar, mas ele estava em posição de impedimento, e o gol foi anulado.

Depois da apatia inicial, o time da capital tomou para si as rédeas do jogo e, ao 33 minutos, inaugurou o marcador. Clayson fez boa jogada pela esquerda e cruzou, a bola cruzou toda a extensão da área e encontrou Júnior Urso fechando a segunda trave. O volante bateu firme, no contrapé do goleiro, para estufar as redes.

Após o gol, já mais relaxada, a equipe corintiana voltou a se focar na marcação, puxando esporádicos contra-ataques, enquanto a Ferroviária voltava a pressionar.

As melhores chances vinham quando o alvinegro abria a bola pelas laterais, em velocidade, e alçava para a grande área, onde Gustavo buscava o seu gol, mas parava no goleiro Tadeu.

Os dois times voltaram do intervalo no mesmo ritmo do início da partida. Ferroviária tentando o empate, no campo de ataque, e o Corinthians fechado, buscando o contragolpe em velocidade.

Água mole em pedra dura...

Depois de tanto tentar, pressionar e se impor, a Ferroviária conseguiu, aos 14 minutos, encontrar o seu gol e empatar a partida. O chute de fora da área veio de Diogo Mateus, enquanto o zagueiro alvinegro Manoel e o centroavante grená Thiago Santos desvia dentro dela

O Timão sentiu e golpe e, novamente, igualou as ações, voltando ao ataque e criando boas chances nas bolas alçadas à área.

Com o jogo mais aberto e sem muita marcação, os ataques partiram para cima e criaram perigo para os dois goleiros, mas ninguém conseguiu balançar as redes adversárias. A vaga seria definida nos pênaltis.

Os pênaltis

A Ferroviária abriu a disputa e Tony chutou muito alto, para fora. Pelo Corinthians, Gustavo bateu no meio e converteu. Thiago Santos bateu e Cássio buscou. Clayson bateu bem e abriu a vantagem corintiana. Uiliam converteu o primeiro para a Ferroviária. Danilo Avelar bateu e Tadeu pegou. Higor Meritão bateu e fez o segundo da equipe grená. Em seguida foi a vez de Boselli converter para o alvinegro. O goleiro Tadeu bateu o último da Ferroviária tal como um tiro de meta e estufou as redes. Pedrinho foi para última cobrança do Timão e a jovem revelação não decepcionou e fechou a conta por 4 a 3.


R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net