Comércio com horário facultativo para compras de Natal - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

Comércio com horário facultativo para compras de Natal

 

O Sindicato do Comércio Varejista de Campos (Sindivarejo) decidiu facultar ao comerciante o horário de funcionamento para as vendas de Natal. A medida da entidade de representação comercial ocorre após a publicação do decreto da Prefeitura de Campos que amplia a abertura do comércio por 24 horas para evitar aglomerações nas compras do fim do ano. 


O presidente do Sindivarejo, Roberto Viana, disse que “como não existe em vigor no momento uma convenção coletiva entre o sindicato patronal e o dos comerciários, o comerciante que decidir esticar o horário de funcionamento a partir do decreto da Prefeitura, terá que observar as regras da CLT como o pagamento de horas extras”.


Já o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Campos), José Francisco Rodrigues, disse que o comércio deve aproveitar ao máximo a dilatação do horário e redobrar as medidas de prevenção à Covid-19.


— Já provamos que o comércio estabelecido segue os protocolos sanitários e que as lojas são lugares seguros para o consumidor. Continuamos batendo na tecla de que os consumidores devem antecipar suas compras para evitar aglomeração. — disse o presidente da CDL.


O decreto municipal foi publicado na terça-feira (15), em edição suplementar do Diário Oficial, e permite que o comércio trabalhe 24 horas por dia e sete dias por semana, o que amplia o horário de funcionamento neste período natalino, até o dia 31 de dezembro de 2020.


A medida ocorreu após diálogo com o segmento lojista. Segundo Fábio Bastos, membro do Gabinete de Crise para Ações de Prevenção, Combate e Enfrentamento ao Coronavírus, a classe apresentou a necessidade de ampliação de dias e horários para atendimento, contudo, será necessário manter as medidas contra a disseminação da Covid-19.


— Após dialogarmos com a categoria, entendemos que havia um interesse mútuo envolvendo a questão do funcionamento do comércio. De um lado, a necessidade de ampliação dos horários e dias de atendimento para aumentar suas vendas, por outro lado, a necessidade de controlarmos aglomerações neste período de festas de fim de ano, por isso, a medida de ampliação do horário. Vamos atender a demanda apresentada, contudo, reforçamos com os representantes do segmento a preservação das medidas de cuidado — explicou Fábio.














Fonte: Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário