Avanço da Covid em Friburgo faz bandeira pular de amarela para vermelha - CMN - Campos Magazine News

News

domingo, 6 de dezembro de 2020

Avanço da Covid em Friburgo faz bandeira pular de amarela para vermelha

 Depois de um mês, estágio passa para patamar mais restritivo, suspendendo casas de festas e música ao vivo em áreas fechadas por 15 dias

Foto: Henrique Pinheiro

Passou direto de amarelo para vermelha, pulando a laranja, a cor da bandeira que passará a vigorar no município de Nova Friburgo na próxima segunda-feira, 7, até o próximo domingo, 13. A mudança para um patamar mais restritivo nas regras de flexibilização com segurança acontece após o avanço do coronavírus na cidade, demonstrado pelo aumento de número de casos e da ocupação média de leitos, e após o mês de novembro inteiro ficar sob bandeira amarela.


Pelos critérios da prefeitura, bandeira amarela significa risco baixo; laranja, risco moderado; e vermelha, risco alto de transmissão de coronavírus. As bandeiras mais extremas são a verde (muito baixo) e a roxa (muito alto).


Desde a semana passada, o município vem registrando um aumento crescente no número de confirmações de casos. O número de óbitos por conta da doença também voltou a subir nos últimos dias. A cidade começa a sentir o reflexo do período intenso de eleições, quando em várias oportunidades foram registrados várias ações com aglomeração – ato que contrariou determinação do próprio Tribunal Regional Eleitoral (TRE).


Esta semana, juntamente com a bandeira, o município alterou mais uma vez o decreto com o regramento sanitário no município, bem como os critérios que definem a cor da bandeira vigente, além de flexibilizar ou restringir o funcionamento de diversos setores da economia friburguense. No artigo 21 do novo decreto da prefeitura, fica suspenso o funcionamento de casas de festas e salões sociais  por 15 dias. No artigo 22,  também fica suspensa a atividade de música ao vivo e/ou DJs em áreas privadas de restaurantes, bares, casa de festas e salões sociais, também por  15 dias.


Veja como fica o funcionamento de outros setores, sob as restrições da bandeira vermelha:


  • Indústrias e confecções: podem funcionar com capacidade até 65%;
  • Comércio e prestadores de serviços: podem funcionar das 7h às 20h;
  • Restaurantes, bares e lanchonetes: atividades restritas a 30% da sua capacidade, das 7h à 20h;
  • Esmalterias, barbearias, salões de beleza e estética: Poderão funcionar, exceto na bandeira roxa;
  • Shopping centers: Poderão funcionar, exceto na bandeira roxa, das 10h às 22h;
  • Ambulantes (cadastrados na prefeitura): poderão atuar entre 7h à meia-noite;
  • Transporte coletivo: das 5h às 21h, a circulação deverá ser executada na integralidade de veículos, horários e itinerários. Nos demais horários a frota de ônibus ficará restrita a 30% por itinerário;
  • Hotéis, pousadas, motéis, plataformas digitais ou aplicativos: ficam autorizadas as hospedagens, entrantes e/ou reservados, em qualquer meio de hospedagem;
  • Atividades de visitação coletiva de cunho turístico e/ou cultural: Ficam autorizados, exceto na bandeira roxa, o funcionamento de todos os seus equipamentos e atrativos, como parques e similares, ônibus, vans e veículos de transporte coletivo turístico;
  • Cinemas: poderão funcionar, de forma excepcional, entre 10h e meia-noite, com 50% de sua capacidade, com mínimo de intervalo de uma poltrona entre os clientes. Está autorizado o consumo de alimentos e bebidas nas salas de exibição. Maiores de 60 anos e portadores de comorbidades estão vedados;
  • Autoescolas: Poderão funcionar com 50% de sua capacidade e cada aluno só poderá assistir a uma aula teórica por dia. Também é necessária a higienização dos veículos no início e ao término de cada aula prática;
  • Cursos livres: Poderão funcionar, exceto em bandeira roxa, com capacidade das salas reduzida a 50% e a faixa etária dos alunos deverá ser a partir dos 18 anos. Também fica autorizada a retomada de atividades presenciais em laboratórios de prática profissional das instituições de ensino superior e de formação técnico-profissionalizante, tanto públicas quanto privadas, exceto na bandeira roxa, para alunos que dependam das mesmas para a aquisição dos créditos necessários à progressão ou finalização do curso, porém, com capacidade reduzida a 50%. Alunos, professores e funcionários maiores de 60 anos ou pertencentes aos grupos de risco deverão permanecer afastados;
  • Instituições religiosas: Poderão funcionar, exceto em bandeira roxa, com capacidade reduzida a 50%. Fica recomendado aos integrantes dos grupos de risco que permaneçam afastados das atividades presenciais, religiosas e litúrgicas;
  • Academias, estúdios, centros de atividades físicas: até 40% da capacidade instalada;
  • Atividades de desporto coletivo e individual: Permanecem proibidas, exceto aos clubes esportivos participantes de campeonatos e/ou competições oficiais já retomadas ou iniciadas por suas respectivas federações e, respeitando protocolos sanitários aprovados pela Vigilância Sanitária Municipal;
  • Concessionárias e agências de veículos: Poderão funcionar, exceto em bandeira roxa;
  • Clubes sociais e recreativos: Poderão funcionar, exceto em bandeira roxa, das 10h às 2h, com 30% da capacidade, incluindo  piscinas, saunas e salões de jogos;


Continuam proibidos:  atividades relacionadas a eventos com aglomeração de público, inclusive os desportivos, boates, teatros, casas de shows e afins, parquinhos infantis, inclusive no interior de condomínios e clubes sociais e recreativos, estádios, campos, arenas, ginásios e afins. Também fica mantida a obrigatoriedade do uso de máscaras faciais, sejam elas artesanais ou não, em todo o território do município. 


De acordo com o boletim divulgado no início da noite desta sexta-feira, 4, subiu para 5.099 o número total de casos totais confirmados de Covid-19 no município desde março – um aumento de 38 novos casos em 24h. Na véspera, havia sido 99 novos casos em 24 horas. Do total de infectados, 526 são profissionais de saúde, com quatro óbitos confirmados na categoria. Ao todo, o município registra 179 mortes, uma a mais do que o registrado no último boletim.


Friburgo contabiliza ainda outros 39 pacientes com suspeita da doença. Destes, 24 estão em casa aguardando resultados dos exames, 12 estão internados e ainda há três óbitos em investigação. A prefeitura também informou o registro de 2.294 pacientes recuperados e 8.437 casos descartados. Ainda de acordo com o boletim, ao todo, 13.536 testes de Covid-19 foram realizados no município até agora.


Ocupação de leitos


Ainda de acordo com o boletim, a taxa média de ocupação dos leitos de UTI destinados exclusivamente ao tratamento de pacientes com Covid-19 nesta sexta-feira, nos hospitais locais, foi de 59,5%: (Raul Sertã: 55%); (Unimed: 80%); (São Lucas: 40%); e (Serrano: 100%). Dos 42 leitos disponíveis, 25 estavam ocupados. Já nos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação está em 66,2%: (Raul Sertã: 42,1%); (Unimed: 100%); (São Lucas: 75%); (Serrano: 40%). Dos 61 leitos disponíveis, 43 estavam ocupados.











A Voz da Serra

Nenhum comentário:

Postar um comentário