Se Campos é uma cidade falida, por que mais de 10 políticos querem ser prefeito? - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Se Campos é uma cidade falida, por que mais de 10 políticos querem ser prefeito?

Divulgação

Não é de hoje que toda a mídia regional dá destaque a grave crise financeira que a maior cidade do interior do Estado vivencia. A queda dos repasses mensais dos royalties e a famigerada Participação Especial provenientes também do ouro negro fizeram com que Campos vivesse uma das piores crises da história, se não a pior. E como não há nada tão ruim que não possa piorar, o julgamento da partilha dos royalties, que será feita pelo STF, está prevista para dezembro. Isso que dizer que, se a proposta for aceita, o Estado do Rio e os municípios fluminenses deixariam de receber cerca de R$ 7,7 bilhões até 2025. 


Apesar disso, por que 2020 teve recorde de pré-candidatos a prefeitos em Campos? Alguns nomes figuram como mais conhecidos da população, como é o caso do próprio Rafael Diniz, que é pré-candidato à reeleição. Além dele tem também Wladimir Garotinho, Alexandre Tadeu, o Tadeu Tô Contigo, que é jornalista e apresentador e também foi vereador, Caio Vianna, filho do ex-prefeito Arnaldo Vianna, Roberto Henriques, que chegou a ser prefeito interino, e Odisseia Carvalho, que também foi vereadora. Esses talvez sejam  os nomes mais conhecidos. 


Além deles, há outros cinco nomes de pessoas consideradas "novas" na política pleiteando o cargo do executivo municipal. É o caso do médico Bruno Calil, que é pré-candidato pela primeira vez, Claudio Rangel, Jonathan Paes, Klai Ferreira e da jovem Nathália Soares. 


De acordo com estudiosos da área de ciências políticas, esse recorde pode ser explicado de duas formas: a primeira pela esperança que alguns desses políticos têm de tirar Campos do buraco. A segunda, que é mais comum em todo o país, pode ser atribuída pela vaidade pessoal. 


O ideal é que o político já tenha alguma experiência na área de gestão, no setor administrativo, o que também não é via de regra para um bom governo. Muitos, por não terem o know-how necessário, podem passar quatro anos no poder sem saber o que fazer. Administrar uma cidade pode ser mais complexo do que se imagina. Ainda mais numa cidade como Campos, que ao longo dos anos, vem passando por dificuldades. 




Fonte: Notícia Urbana

Um comentário:

  1. Infelizmente ,ainda tem gente querendo brincar de ser prefeito ,outros querem ter esse título no currículo e ainda outros imaginam que mesmo com toda dificuldade ainda dá pra sugar dessa cidade que a cada dia sofre mais e mais com os desmandos de décadas em mãos erradas .

    ResponderExcluir