Lotação de praias pela Região no feriado da Independência - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 7 de setembro de 2020

Lotação de praias pela Região no feriado da Independência

População ignora decretos em Farol, SJB e SFI
Foto Divulgação - Redes Sociais
O feriadão da Independência é o primeiro nacional com medidas mais brandas de restrições impostas pela maioria dos municípios da região no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. No teste de fogo, o que pôde ser visto nas praias do Farol de São Thomé,  São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, neste domingo (06) e nesta segunda (07), foi que boa parte da população ignorou as medidas adotadas pelas prefeituras. 

Praia do Farol

Na praia do Farol de São Thomé, apesar de constar em decreto uma barreira sanitária para a praia campista, isso ainda não vem acontecendo no portal de acesso à localidade. Apesar disso, a guarda civil municipal e a polícia militar realizaram ações de fiscalização nos acessos a Farol de São Thomé e Lagoa de Cima.
Divulgação
A prefeitura de Campos informou que em atendimento ao decreto nº 237/2020, que estabelece a permanência do nível 3 - fase amarela - do plano de retomada de atividades econômicas e sociais, em função da pandemia da Covid-19, a Secretaria Municipal de Segurança Pública e a Guarda Civil Municipal realizaram no sábado (5), ações de fiscalização nos acessos a Farol de São Thomé e Lagoa de Cima. De acordo com a prefeitura, devido aos riscos de transmissão da Covid, a intenção da Força Tarefa é evitar aglomerações nos dois balneários, principalmente com o “Feriadão da Independência”, que vai até o fim da tarde desta segunda-feira (7).

Em Farol, segundo o comando da GCM, o movimento no sábado foi grande durante todo o dia, mas não houve aglomeração na orla, no sábado, bem como nos restaurantes e quiosques, onde os proprietários também respeitaram o distanciamento entre os conjuntos de mesas e cadeiras. "No Farol, a equipe se deslocou para atender todos os acessos à praia campista: além do portal, os acessos através do limite entre Farol e Açu, em São João da Barra; e entre Barra do Furado, em Quissamã", informa o comandante da Guarda Civil Municipal, Fabiano Mariano.

Neste domingo 6 até o fim da tarde desta segunda-feira 7, o movimento era intenso na praia campista.
Também em Lagoa de Cima, o acesso aos bares da orla foi controlado para evitar aglomerações, permitindo que os estabelecimentos também atendessem apenas a um determinado número de clientes. Nos casos em que era constatada a intenção dos motoristas e acompanhantes de promover aglomeração na orla, eles eram orientados a retornar, mas foram poucas as ocorrências do gênero, informou.

SJB e SFI

Em SJB, a prefeitura informou que a fiscalização é feita e, inclusive, carros foram autuados por estarem na faixa de areia neste fim de semana. No entanto, para evitar aglomeração, conta com a conscientização da população.

Em SJB, barreiras sanitárias ainda tentam controlar o acesso apenas para quem tem residência no município. Quem passa pelo local desde o início da pandemia sabe que a rigor não é mais a mesmo, até pelas flexibilizações já adotadas, embora seja possível constatar muita gente tendo que voltar para Campos. Com medidas flexibilizadas, o comércio tem funcionado de maneira geral, respeitando regras de higiene. No entanto, frequentar praias continua proibido. Só que as praias de Atafona e Grussaí estavam cheias neste feriadão. Em meio à pandemia de Covid-19, brasileiros aproveitaram o feriado prolongado para viajar ou passear. Litoral e capitais registram festas e lotação. 

Em nota, a Prefeitura de SJB informou que “existe a fiscalização feita pelo Grupamento Ambiental da Guarda Civil Municipal e Defesa Civil Municipal, em conjunto com o Corpo de Bombeiros. O trabalho é feito no sentido de orientar e chamar a atenção para o fato de estar proibido frequentar praia. Houve, também, mais de 84 veículos notificados por estarem na faixa de areia entre sábado (5), e segunda-feira (7). Mas a Secretaria Municipal de Segurança Pública conta com a conscientização e colaboração da população ao cumprimento ao decreto, devido à complexidade de fiscalização em um litoral extenso como São João da Barra, além da necessidade de fiscalização em bares e outros estabelecimentos”.

Já em SFI, a Prefeitura baixou um decreto às vésperas do feriado prolongado para impedir a venda de bebidas alcoólicas no fim de semana. O objetivo era impedir aglomeração, sobretudo após circular um vídeos nas redes sociais de uma briga entre mulheres na praia de Guaxindiba. Além da briga, o vídeo mostrava um grande número de pessoas no local e a grande parte delas desrespeitando a regra da utilização das máscaras de proteção. 

Brasil

O fim de semana prolongado, que emendou com o feriado do Dia da Independência, comemorado nesta segunda-feira (7), foi de praias, parques e bares lotados pelo Brasil.

Mesmo com restrições e limitações impostas por prefeituras e governos estaduais para conter a disseminação do novo coronavírus, brasileiros se aglomeraram em espaços de lazer e em festas particulares. A situação ocorreu nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e Rio Grande do Norte, entre outros.
O Brasil tem 126.736 mortes registradas e 4.139.257 casos confirmados de Covid-19, segundo o levantamento divulgado às 13h pelo consórcio de veículos de imprensa com secretarias estaduais de Saúde. Na média móvel de mortes, 14 estados estão em situação de estabilidade, 12 estão em queda e apenas um, Amazonas, apresenta alta.







Fonte: Folha 1 | G1 | Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário