Empresa de ônibus paralisa atividades em Campos - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Empresa de ônibus paralisa atividades em Campos

Foto: Anderson Pessanha 
A empresa de ônibus Autoviação Cordeiro, anunciou a paralisação completa das atividades em Campos. Na última quinta-feira (20), funcionários haviam feito uma paralisação acompanhada de uma manifestação em frente à sede, que fica no Parque Tamandaré. Logo após, a Cordeiro emitiu comunicado informando que não retomaria mais as atividades em função da grave crise econômica. 

De acordo com empresa, ela teria perdido as linhas de Dores de Macabu e Ponta da Lama, o que impossibilitaria, além da continuidade dos serviço, o pagamento do vale desta semana. O Sindicato dos Rodoviários disse que já comunicou a situação ao Ministério Público do Trabalho e que os advogados da entidade já estão juntando documentos para requerer os direitos dos funcionários.

De acordo com informações de um funcionário, que atua há mais de 10 anos na Cordeiro e não quis se identificar temendo represálias, todos estavam recebendo 70% do salário pelo governo Federal e os 30% restantes da empresa. O contrato teria terminado na última sexta (14) e a empresa não teria se posicionado aos trabalhadores sobre como ficaria a situação.

Após o término da paralisação, considerada legal pelo sindicato, os funcionários retornaram à garagem, onde teriam sido recebidos por representantes e advogados que os informaram a dispensa e a suspensão do vale desta semana, sob alegação de que a empresa teria tido as linhas que executa, retiradas pelo Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT). O órgão, no entanto, informou ontem que apenas as linhas de Dores de Macabu e Ponta da Lama, pertencentes à Rogil, dentro do Consórcio União, teriam sido assumidas pela empresa titular, imediatamente após a paralisação dos funcionários da Cordeiro.






Notícia Urbana

Nenhum comentário:

Postar um comentário