Em uma semana, 8 cidades do Norte e Noroeste tiveram aceleração de Covid-19 - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Em uma semana, 8 cidades do Norte e Noroeste tiveram aceleração de Covid-19

O levantamento feito pelo Painel Covid-19 Norte e Noroeste Fluminense aponta que oito municípios da região tiveram aceleração na quantidade de novos casos da doença na última semana, entre 09 de agosto e o sábado (15). Dessas cidades, Natividade, Cardoso Moreira, Varre-Sai e Italva apresentaram crescimento superior a 100% nos números de infectados na comparação com os sete dias anteriores.

Por outro lado, cinco cidades registraram desaceleração da pandemia no mesmo período. Aperibé e Itaocara tiveram os maiores índices de redução, superando a marca dos 50% de queda.

Para este levantamento, o Painel utiliza como critério para aceleração da pandemia os municípios que tiveram mais de dez casos em uma semana. As cidades que registraram uma redução superior dez casos estão classificados em desaceleração, enquanto as que ficaram no meio termo estão em estabilidade.

Natividade foi a cidade que registrou a maior aceleração de novos casos de coronavírus em toda a região. A prefeitura iniciou a testagem em massa na população e, em uma semana, foram identificados 53 infectados. Nos sete dias anteriores, entre 02 e 08 de agosto, foram 21 pacientes que testaram positivo para a doença. O aumento foi de 152,4%.

Na sequência, aparece Cardoso Moreira, que passou de 10 para 25 novos casos. Os números absolutos são mais baixos do que outras cidades, mas significam um aumento de 150%.

Varre-Sai é outro município que tem causado preocupação. Segundo a prefeitura, a testagem foi ampliada entre os profissionais de saúde. O índice de infectados já vinha em crescimento constante, até chegar a 31 novos casos, entre 02 e 08 de agosto. No entanto, na última semana 74 pessoas foram contaminadas. A taxa de aceleração foi de 138,7%.

Para tentar conter o avanço da doença, a Prefeitura de Varre-Sai decretou lockdown de 10 dias, a partir do último sábado (15). Até mesmo serviços essenciais como supermercados e farmácias só poderão funcionar por delivery.

A situação de Italva também faz ligar o sinal de alerta. Foram quatro semanas com média de 8,25 casos confirmados a cada sete dias, entre 28 de junho e 25 de julho. No entanto, nas últimas três semanas a média saltou para 49. Somente na semana passada, foram 79 infectados, o que representa um aumento de 107,9% na comparação com os 38 registrados entre 02 e 08 de agosto.

Macaé, Campos e São Fidélis também voltaram a ter aceleração da pandemia depois de apresentarem reduções na semana anterior. Os aumentos foram de 81,3%, 79,2% e 48,4% nas três cidades, respectivamente.

O único município que manteve a tendência de aceleração foi Itaperuna, com 38% a mais de infectados. No acumulado das duas últimas semanas, a maior cidade do Noroeste tem um aumento de 196,6% nos casos confirmados.

Em queda

Ao todo, seis cidades do Norte e Noroeste Fluminense estão na contramão das demais e apresentaram queda significativa no número de infectados na última semana. Aperibé e Itaocara tiveram as maiores quedas, com -55,6% e -51,2%.

Já é a terceira semana seguida de redução em Aperibé. Depois de atingir a marca de 43 novos pacientes, entre 19 e 25 de julho, o indicador passou para 37, entre 26 de julho e 1º de agosto, para 27, entre 02 e 08 de agosto, até atingir 12, entre 09 e 15 de agosto. Em Itaocara, o índice caiu de 41 para 20 infectados na última semana.

São Francisco de Itabapoana e São João da Barra também registraram diminuição nos números de novos casos nas duas últimas semanas. Os índices das duas cidades tiveram desacelerações de 45,7% e 37,3%, respectivamente.

Depois de chegar a marca dos 144 casos de Covid-19 entre 12 e 18 de julho, Bom Jesus do Itabapoana vem apresentando uma redução significativa desde então. Foram 45 pessoas diagnosticadas na última semana, com desaceleração de 25%. É o menor número desde a semana entre 14 e 20 de junho, quando 19 pacientes testaram positivo.

Fechando a lista, está Conceição de Macabu. Apesar da queda de 19,3% na última semana, o número de infectados continua alto. Com apenas 23 mil habitantes, o município teve 50 contaminados pelo coronavírus entre 09 e 15 de agosto, enquanto foram 62 nos sete dias anteriores.

Cambuci, Carapebus, Laje do Muriaé, Miracema, Porciúncula, Quissamã, Santo Antônio de Pádua e São José de Ubá estão no grupo de cidades com estabilidade no índice de novos casos de Covid-19.





Fonte: Painel Covid-19 Norte e Noroeste Fluminense

Nenhum comentário:

Postar um comentário