Cantor Daniel alerta para 'fraudes' com seu nome em redes sociais - CMN - Campos Magazine News

News

domingo, 19 de julho de 2020

Cantor Daniel alerta para 'fraudes' com seu nome em redes sociais

Artista usou o Instagram na noite da última sexta-feira (17) para emitir comunicado. ‘Não forneça códigos, senhas, nem nenhum tipo de informação’
Instagram
O cantor Daniel usou seu Instagram na noite de sexta-feira (17) para afirmar que alguns perfis falsos em redes sociais vem usando seu nome para realizar "fraudes". 

"Temos recebido em nossa produção vários alertas de que pessoas estão sendo contatadas por redes sociais não oficiais se passando pelo cantor Daniel. Atenção! Isso é uma fraude", informa comunicado.

Na sequência, prossegue: "Não forneça códigos, senhas, nem nenhum tipo de informação sem antes ter certeza da veracidade da informação."

A equipe do cantor ainda ressalta que promoções ou contato são feitos apenas pelas redes sociais verificadas ou pelo aplicativo Daniel App e que nunca são solicitadas informações como senhas ou códigos de WhatsApp.

Por fim, é disponibilizado um e-mail para tirar dúvidas: atendimento@danielpromocoes.com.br

Ver essa foto no Instagram

*COMUNICADO IMPORTANTE* Temos recebido em nossa produção, vários alertas de que pessoas estão sendo contatadas por redes sociais *não oficiais* se passando pelo cantor Daniel. Atenção! Isso é uma fraude. Não forneça dados, códigos, senhas, nem nenhum tipo de informação sem antes ter certeza da veracidade da informação. Nossas promoções ou contato são sempre via redes sociais ou pelo aplicativo Daniel APP, e para isso apenas os perfis oficiais (verificados com selo azul) é que devem entrar em contato, nunca pedindo informações como senhas, códigos exclusivos de WhatsApp, ou dados que não sejam pertinentes. Tomem cuidado! Compartilhem isso com o maior número de pessoas. Qualquer dúvida, entre em contato através do email: atendimento@danielpromocoes.com.br Daniel Promoções Artísticas

Uma publicação compartilhada por Daniel (@cantordaniel) em





 Fonte: Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário