Visita técnica à área onde será construído o aeródromo - Heliporto do Açu - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Visita técnica à área onde será construído o aeródromo - Heliporto do Açu

Ascom SJB
Representantes da Prefeitura de São João da Barra participaram na quarta-feira, 22, de uma visita técnica à área onde será construído o Aeródromo Norte Fluminense - Heliporto do Açu. A expectativa é que a obra comece em fevereiro e seja concluída no início do segundo semestre deste ano. O aeródromo será construído em uma área de 210 mil metros  quadrados, a 15 quilômetros do Complexo Portuário do Açu. 

Os secretários de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Marcelino de Souza, e de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Joice Pedra, foram recebidos por representantes da empresa Aeropart. O objetivo foi acompanhar a fase inicial do empreendimento. 

"Pela parte ambiental, o objetivo foi acompanhar a fase inicial do empreendimento, assim como as condicionantes na licença ambiental de instalação, além de verificar os aspectos ambientais existentes na mobilização do canteiro de obras", ressaltou Joice. 

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Marcelino de Souza, a expectativa é de ótimas oportunidades em diferentes vertentes. 

 "A visita ao local onde será construído o empreendimento nos dá uma visão ampla das oportunidades de desenvolvimento econômico que estarão orbitando ao redor do Aeródromo quando em operação. Estamos falando, além dos empregos diretos com a construção, também do incremento de empreendimentos existentes como pousadas, restaurantes e outros que poderão vir como hotéis, por exemplo", ressaltou. 

  Na última semana, a prefeita Carla Machado recebeu o diretor da empresa Aeropart, Francisco Pinto, em São João da Barra. Na ocasião, foi apresentado o cronograma para a construção do Aeródromo Norte Fluminense - Heliporto do Açu, que tem contrato de 40 anos no município. Carla apresentou aos representantes da Aeropart a infraestrutura oferecida pelo município. A prefeita também pediu que a empresa contrate trabalhadores do locais.




Ascom SJB

Nenhum comentário:

Postar um comentário