Lotadas, cidades da Região dos Lagos sofrem com a falta de água e turistas desanimam - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Lotadas, cidades da Região dos Lagos sofrem com a falta de água e turistas desanimam

Problema também ocorre em cidades do Norte Fluminense e Baixada Litorânea há uma semana.

Moradores e visitantes de várias cidades da Região dos Lagos, Norte Fluminense e Baixada Litorânea, como Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Araruama, Macaé e Rio das Ostras sofrem com a falta de água nesse período de início de ano.

Em Cabo Frio, moradores dos bairros como Braga, Peró, Vinhateiro e Porto do Carro reclamam de falta de abastecimento, situação que ocorre há uma semana.
 Foto: Roberta Camargo/G1
No Braga, por exemplo, os moradores têm comprado água mineral e estocado em panelas e garrafas para economizar. Na mesma rua, o Centro de Saúde Oswaldo Cruz também é abastecido com carros- pipa.

A família da cuidadora de idosos Ana Paula Alves, de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, chegou em Cabo Frio no dia 28 de dezembro e já encontrou o bairro sem água. São oito pessoas na casa.

Eles entraram em contato com a Prolagos, concessionária da região. Um técnico chegou a ir ao local, mas o problema não foi solucionado. As louças se acumularam na pia e tanto o chuveiro quanto a torneira do banheiro ficaram sem uma gota de água.

“A gente compra galões de água para dar banho no neném, fazer comida, às vezes conseguimos uns baldes para tomar banho. Estamos bem desanimados com a cidade, gostamos muito de ficar aqui mas sem água, fica complicado”, explica Ana Paula.

O técnico em mecânica Fábio Dames veio com a família de 11 pessoas do Méier, Zona Norte do Rio, e iria ficar até o dia 12 de janeiro. Mas ele acabou antecipando a volta para casa para esta quinta-feira (2) porque está com vermelhidão em várias partes do corpo, como as mãos e a barriga, e associa à qualidade da água.

Segundo Fábio, eles estão sem abastecimento há três dias. A cisterna do condomínio está praticamente vazia.

“Quando cai de madrugada é um filete por no máximo uma hora. E como já está no fundo do poço, a água fica em decantação, e começa a dar umas alergias. Então, eu resolvi recolher a família toda e abandonar o passeio”, desabafa Fábio.

Carros-pipa e cidades lotadas

A Prolagos fornece água para Cabo Frio e São Pedro da Aldeia e disse, em nota, que prepara "um conjunto de medidas para diminuir os impactos provocados pelo elevado consumo de água tratada durante o verão".

No texto, a concessionária ainda ressalta que os cinco municípios atendidos por ela estão, nessa época do ano, com 800 mil pessoas a mais que a população residente, e que "o alto consumo reduz a pressão nas redes, (...) sendo necessário reforçar o abastecimento com carros-pipa".

A Prolagos orienta a população a entrar em contato pelos telefones 0800-7020-195 (área de concessão) e (22) 2621-5095 (demais localidades) ou pelo Whatsapp (22) 99722.8242.

A empresa Águas de Juturnaíba, responsável pelo abastecimento de Araruama, informou por meio de nota que "o aumento expressivo populacional nos períodos festivos de fim de ano, como Natal e Ano Novo, pode gerar problemas pontuais no fornecimento de água em algumas áreas."

Eles disseram que disponibilizam caminhões-pipa que podem ser solicitados pelo telefone 0800 725 0265.

A Cedae atende Rio das Ostras e Macaé. Ao ter acesso à lista dos sete bairros em Rio das Ostras e os nove em Macaé que enfrentam falta de água, segundo relatado por diversos moradores à reportagem, a concessionária informou que "não há falta de água generalizada mesmo com o grande fluxo de visitantes que as duas regiões receberam nos feriados de fim de ano".




 G1 Região dos Lagos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário