Para reduzir fraude, GNV será vendido por quilo a partir de 2020 - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Para reduzir fraude, GNV será vendido por quilo a partir de 2020

Inmetro abre nesta segunda consulta pública para regulamentar mudança. Diferença entre valor pago e abastecido chega a 22%
Posto de combustível no Rio: GNV será vendido por quilo Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo
RIO - A venda de gás natural veicular (GNV) sofrerá mudanças em 2020. O Inmetro abre nesta segunda-feira consulta pública para que o combustível passe a ser vendido por quilogramas, e não mais por metro cúbico (m³), como ocorre hoje.

O objetivo é reduzir a possibilidade de erro e fraude nos postos. Levantamento feito pelo Inmetro na Região Metropolitana do Rio, em julho, apurou diferenças de até 22% entre o que foi efetivamente pago e o volume de gás abastecido.

Segundo o Inmetro, o preço final para "encher o tanque” não vai mudar.

Medidor lacrado

Com as mudanças planejadas pelo Inmetro, em parceria com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, e da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o fator de conversão será alterado apenas uma vez 1), e o medidor será lacrado para evitar fraudes.

– Uma vez lacrado, o dispensador (bomba) não pode ser alterado. Se o proprietário do posto fizer isso, será muito mais fácil identificar – explica Marcos Trevisan, diretor de Metrologia Legal do Inmetro.




O Globo | Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário