Polícia investiga denúncia sobre planejamento de atentado contra presidente do IMTT de Campos - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Polícia investiga denúncia sobre planejamento de atentado contra presidente do IMTT de Campos

Segundo as investigações, pessoas ligadas ao tráfico de drogas do bairro Penha estariam planejando atentado contra Felipe Quintanilha.
Felipe Quintanilha - presidente do IMTT Foto: Rafael Peixoto/PMCG

A Polícia Civil investiga a denúncia de que pessoas ligadas ao tráfico de drogas do bairro Penha estariam planejando um atentado contra Felipe Quintanilha, presidente do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

As investigações apontam que pessoas ligadas ao tráfico controlavam as vans no bairro antes da implementação do novo modelo de transporte público da cidade. Com o novo sistema, as vans pararam de circular pelos bairros da área central e só circulam nos distritos.

Segundo a Prefeitura, Quintanilha compareceu na tarde desta quinta-feira (21) à 134ª Delegacia de Polícia do Centro, onde prestou informações no inquérito que apura o caso.

O presidente do IMTT também denunciou estar sendo vítima de ameaças em julho, quando o novo sistema de transporte começou a ser implantado na cidade.

"Tinham recebido notícias de um possível atentado contra mim e me intimaram para saber se eu tinha ciência disso, ciência de autoria e eu falei que não, não tenho ciência de autoria, mas de fato ao longo desse tempo que vem implantando o novo sistema, muitos boatos saem sobre isso, inclusive tem tempo isso. Recebi diversos recados, ameaças, até registrei a ocorrência. Eu mesmo registrei a ocorrência num passado recente e foi até conduzido uma pessoa na época que fez uns áudios num sentido mais ameaçadores", disse Quintanilha.

O presidente do IMTT também disse que foi pego de surpresa e ficou assustado.

"Agora é uma coisa que me aparece dentro de uma investigação deles, uma denúncia que eles receberam e isso me pegou de surpresa, fico assustado com isso, fico preocupado, prezo pela minha integridade física, tô cumprindo minha função pública", explicou.

O caso está em investigação na 134ª DP.






G1 Norte Fluminense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net