Petroleiros iniciam greve, com paralisações e doação de sangue - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Petroleiros iniciam greve, com paralisações e doação de sangue

Divulgação
Os petroleiros amanheceram nesta segunda-feira, 25, mobilizados em diversas unidades do Sistema Petrobrás. A greve por tempo determinado foi aprovada nas bases da FUP e teve início na madrugada com atrasos e cortes na rendição dos turnos em diversas unidades operacionais da Petrobrás.

Pela manhã, os trabalhadores de bases administrativas se somaram às mobilizações, que também envolvem ações solidárias, como doação de sangue nesta segunda, que é dia internacional do doador.

Nesta terça-feira (26/11), a mobilização, que tem como mote a #petrobrasnaveia, irá ocorrer em Campos dos Goytacazes. Os petroleiros vão se dirigir ao Heliporto do Farol de São Thomé, de 8h às 12h, para doarem sangue em um ônibus cedido pelo Hemorio. Ações similares serão realizadas durante toda a semana em outras cidades do país.  

A greve prossegue até sexta-feira, 29, e não comprometerá as necessidades essenciais da população, pois não afeta o abastecimento de combustíveis. O objetivo é denunciar o aumento dos riscos de acidentes em função da redução drástica dos quadros de trabalhadores e das violações de normas de saúde, segurança e meio ambiente.

Onde estão tendo mobilizações?

As unidades do Sistema Petrobrás cujos trabalhadores estão realizando cortes na rendição dos turnos e atrasos, são: Refinaria Landulpho Alves (Rlam/BA), Refinaria Abreu e Lima (Rnest/PE), Terminal Aquaviário de Suape (PE), Refinaria de Manaus (Reman/AM), Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar/PR), Refinaria Alberto Pasqualini (Refap/RS), Araucária Nitrogenados (Fafen/PR), Refinaria Duque de Caxias (Reduc/RJ), Refinaria de Paulínia (Replan/SP), Refinaria de Capuava (Recap/SP), Fábrica de Lubrificantes do Nordeste (Lunor/CE), Temoelétrica Ceará, Terminal de Cabiúnas (Macaé/RJ).

Nas plataformas da Bacia de Campos e demais bases operacionais do Norte Fluminense, os trabalhadores estão aderindo à Operação Emprego e Segurança, indicada pelo Sindipetro-NF para levantar irregularidades praticadas pela gestão da Petrobrás.




Sindipetro-NF | Ascom FUP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net