Crianças devem beber apenas leite e água até os 5 anos - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Crianças devem beber apenas leite e água até os 5 anos

Segundo cientistas, refrigerantes, bebidas açucaradas e a base de cafeína devem ser evitadas por mais tempo do que se imagina para evitar a obesidade infantil

Há tempos que se recomenda que refrigerantes e bebidas com cafeína não devem fazer parte da alimentação de crianças muito pequenas. Porém, um estudo de cientistas americanos, do Healthy Eating Research, alertou que essa restrição deve continuar até os 5 anos de idade.

As novas diretrizes nutricionais para crianças são promovidas pela Academia Americana de Pediatria, Academia de Nutrição e Dietética, Associação Americana do Coração e Academia Americana de Odontopediatria e vão desde o nascimento até os 5 anos. Confira algumas das recomendações:
  • De 0 a 6 meses: os bebês devem receber apenas leite materno ou fórmula infantil
  • De 6 a 12 meses: os bebês já podem ter água em sua dieta, porém, em pouca quantidade. Uma vez que é introduzido alimentos sólidos na alimentação, apenas alguns goles nas refeições já é suficiente. Sucos ainda não são recomendáveis nessa fase
  • De 12 a 24 meses, as crianças devem beber, em média, de um a quatro copos de água diariamente e podem começar a beber leite integral pasteurizado. Uma pequena quantidade de suco, não mais que 120 mL também é bem-vinda, desde que natural da fruta e sem açúcar
  • De 2 a 3 anos, as crianças devem beber de um a quatro copos de água por dia e fazer a transição para o leite sem gordura ou com pouca gordura
  • De 4 a 5 anos, as crianças devem beber de 1,5 a 5 copos de água por dia e leite desnatado ou com pouca gordura

O que não consumir

Segundo as novas diretrizes, crianças de até 5 anos não devem consumir nenhuma bebida com açúcar ou outros adoçantes, como leite com achocolatado, refrigerantes e bebidas com cafeína. Bebidas à base de plantas, como leite de amêndoa, arroz ou aveia, também não são recomendáveis.

O principal motivo para essas restrições é o alto índice de obesidade infantil nos Estados Unidos. Segundo a vice-diretora do Healthy Eating Research, Megan Lott, quase metade das crianças de 2 a 5 anos nos EUA toma bebidas açucaradas todos os dias, aumentando o risco de obesidade, diabetes e outros problemas de saúde.

Obesidade infantil

Segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil, 13% dos meninos e 10% das meninas entre 5 e 19 anos sofrem com obesidade ou sobrepeso. A obesidade infantil acontece quando uma criança está com peso maior que o recomendado para sua idade e altura.

As faixas de Índice de Massa Corporal (IMC) para as crianças mudam de acordo com a idade e o sexo, e para orientar os médicos existem tabelas da Organização Mundial da Saúde (OMS) para fazer esse cálculo. Saiba como fazer o passo a passo calcular o IMC de seu filho.

Há várias opções de tratamento para a obesidade infantil e o sobrepeso. As crianças devem ser abordadas individualmente e conforme a idade, uma vez que cada uma pode apresentar diferentes fatores que aumentam seu risco para obesidade.

Para crianças com obesidade instalada e risco de desenvolver outras doenças, a perda de peso é recomendada. O emagrecimento deve ser lento e constante, e os métodos são os mesmos adotados para adultos ? ou seja, comer uma dieta saudável e praticar exercícios.


Minha Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net