Mais de mil servidores da prefeitura se cadastraram e não bateram o ponto - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Mais de mil servidores da prefeitura se cadastraram e não bateram o ponto

Segundo a prefeitura, a maioria é da área da saúde; pagamentos destes profissionais serão suspensos

Divulgação
Mais de mil servidores da Prefeitura de Campos se cadastraram no novo sistema de ponto biométrico, mas não bateram o ponto em nenhum dia desde que o sistema começou a operar. A maioria destes profissionais (cerca de 35%) são da área da saúde. O restante é de outras áreas. Ainda segundo a secretaria de Gestão Pública, outros 700 servidores ainda não se cadastraram. Destes, 50% são da área da saúde, 40% da educação e outros 10% de outras secretarias. Quanto aos já cadastrados, foram mais de 16 mil servidores.

O ponto biométrico está em funcionamento há um mês. O prazo de cadastramento teve início em abril e chegou a ser prorrogado seguindo até agosto. O cadastro do ponto biométrico alcança servidores efetivos, cargos comissionados, estagiários, servidores cedidos e contratados por tempo determinado.

O secretário de Gestão Pública, André Oliveira, reforça que quem ainda não se cadastrou deve se dirigir ao posto de atendimento, na sede da Prefeitura, em frente ao Protocolo Geral, de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h. Quem deixar de fazer terá o pagamento suspenso em setembro.

“A mesma situação se aplica aos 1056 servidores que possuem cadastro e não bateram ponto nenhum dia, desde que o sistema começou a operar. Todos os servidores lotados em departamento onde há o relógio devem bater o ponto, diariamente, na entrada e saída”, explica André Oliveira.

Para realizar o cadastro é preciso apresentar documento de identidade e número da matrícula. Os servidores em locais onde ainda não há relógio também devem se cadastrar no sistema do ponto biométrico.

Biometria – Prevista pela Lei 8.765, de 11 de agosto de 2017, o ponto biométrico atende a uma determinação dos Ministérios Públicos Estadual (MPE) e Federal (MPF) e também a uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RJ). A empresa que está responsável pelo processo foi selecionada através de Pregão Presencial.



JTV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net