Golpe no WhatsApp usa a Copa América e promete camisa da Nike grátis - CMN - Campos Magazine News

News

domingo, 2 de junho de 2019

Golpe no WhatsApp usa a Copa América e promete camisa da Nike grátis

Ação promete prêmio inexistente para induzir vítimas a realizarem chamadas internacionais.

Um novo golpe no WhatsApp promete camisas oficiais da Nike de graça e induz os usuários a fazer chamadas para números internacionais. Na ação, divulgada pela Kaspersky Lab nesta sexta-feira (31), os criminosos estão espalhando mensagens usando a Copa América como gancho. Ao clicar no link, a vítima é direcionada para um site em que deve preencher uma pesquisa. Por fim, é preciso fazer uma ligação telefônica para um número internacional, o que gera prejuízo no saldo de créditos ou na fatura do fim do mês — e lucro para os bandidos. É a primeira vez que a empresa de antivírus identifica um golpe desse tipo.

Como o golpe é aplicado

Os usuários recebem uma mensagem no WhatsApp que promete uma camisa oficial da Nike da Copa América a quem participar de uma pesquisa. O texto da mensagem afirma que a ação é por tempo limitado e está vinculada à comemorações dos 22 anos da Nike como patrocinadora da seleção brasileira de futebol.

"Nike comemora 22 anos vestindo a Seleção Brasileira e está dando grátis camisetas oficiais da copa América por tempo limitado. Acabei de ganhar a minha", diz a mensagem

Entretanto, ao acessar o link que acompanha a mensagem, o usuário é conduzido a uma página fraudulenta para responder a uma pesquisa, passo obrigatório para ter direito à suposta camisa oficial. Concluído o processo, uma mensagem pede que o usuário faça uma ligação para um número gratuito supostamente gratuito — que muda de acordo com a operadora de telefone — para solicitar a camisa.
Golpe no WhatsApp promete camisa da Nike de graça — Foto: Reprodução/TechTudo
E aí entra o golpe: "Ao efetuar a ligação, o usuário é cobrado pelo valor de uma chamada internacional, que costuma ser cara, e o criminoso irá receber o valor por ser dono do serviço, explica a Kaspersky. Quem suar linha da Claro ou da TIM estará na verdade realizando uma chamada para o Malawi, na África Central. Quem escolher a Vivo irá chamar um telefone na China e quem possuir serviço da Oi irá telefonar para o Burundi.

Como as ligações não são gratuitas, o usuário acaba tendo prejuízo na fatura, ou no consumo dos seus créditos. De acordo com a Kaspersky, esse é o primeiro golpe de WhatsApp que usa números internacionais para arrecadar dinheiro.

Como evitar cair em golpes

Sempre desconfie de ofertas, promoções e vantagens que parecem boas demais para ser verdade – como por exemplo uma camisa oficial de graça. Além disso, os especialistas da empresa recomendam:

  • Fique de olho nos links que recebe em mensagens, e-mails e SMS: observe se o link não parece revelar um endereço suspeito.
  • Verifique o endereço do site: observe com cuidado o endereço dos sites. Criminosos podem criar endereços falsos que parecem muito com os reais.
  • Verifique se a promoção é real: você pode visitar o site oficial da empresa, ou checar suas redes sociais, para descobrir se a promoção é verdadeira.
  • Cuide das suas informações: não insira dados pessoais, como senhas, dados de cartão de crédito e e-mails em sites que parecem suspeitos.
  • Procure sempre manter seu sistema e aplicativos de segurança atualizados e ativados.


TechTudo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net