Comissão de servidores recebida pelo prefeito Rafael Diniz - CMN - Campos Magazine News

News

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Comissão de servidores recebida pelo prefeito Rafael Diniz

Reprodução
Durante reunião realizada nesta quarta-feira (08) com grupo de servidores na sede da prefeitura, o prefeito Rafael Diniz deixou claro, mais uma vez, que o reajuste é uma possibilidade que ainda está sendo estudada. O prefeito, que é servidor público municipal, concursado, recebeu representantes da categoria para explicar o atual cenário da prefeitura. Acompanhado pelo secretário de Gestão Pública, André Oliveira, e pelo procurador geral do município, José Paes Neto, ele ouviu as reivindicações dos servidores por, aproximadamente, três horas. Uma nova reunião será realizada nesta quinta-feira (09) com o secretário de Gestão na tentativa de novas adequações. 

- Foi um prazer ter recebido os servidores aqui na prefeitura. Este sempre foi meu comportamento: manter diálogo responsável, direto e transparente com toda população e com o servidor, tendo em vista os anseios da categoria.  Sempre com muito respeito aos servidores, estivemos reunidos falando a verdade e sendo responsáveis, porque não vou alimentar falsas esperanças. O município vive uma situação difícil com menos recursos do que tinha há alguns anos e a nossa responsabilidade como gestores  é administrar para manter os salários em dia dentro desta nova realidade – informa o prefeito Rafael Diniz.

Todos os cálculos estão sendo feitos baseados no atual cenário econômico, levando em consideração variantes da arrecadação petrolífera do município,  como produção do petróleo, valor do barril e cotação do dólar, fatores que não são fixos e que vem variando, muitas vezes, para baixo a cada mês.  Com isso, há uma possibilidade ou não de reajuste pois, com estes recursos, a prefeitura paga água, luz, insumos, além de material para o funcionamento de unidades de educação e saúde do município, entre outros órgãos.  

A prefeitura também vem promovendo conquistas para o funcionalismo, como a inauguração da Policlínica do Servidor,  que atende servidores em várias especialidades médicas e, em paralelo, vem pagando uma dívida de R$ 180 milhões com o Instituto de Previdência dos Servidores de Campos (PreviCampos) deixada pela gestão anterior. O pagamento desta dívida é que vai garantir a aposentadoria do servidor. No primeiro ano de governo, a administração também teve que trabalhar com menos R$ 1 bilhão de receita, e, ainda, com um déficit de R$ 57 milhões por mês.

O procurador geral do município, José Paes Neto, também, considerou a reunião positiva e esclarecedora. “Foi uma reunião proveitosa, momento importante para dialogar com o servidor e esclarecer, além das questões financeiras, alguns aspectos jurídicos e técnicos de reivindicações da categoria. Momento importante de diálogo entre a prefeitura e os servidores, um avanço para o município”, disse o procurador geral do município, José Paes Neto.

O prefeito concluiu ressaltando que tudo está sendo feito para equilibrar as contas da prefeitura e valorizar o servidor público municipal. “Nos primeiros dois anos, reduzimos despesas e cargos comissionados para, neste momento, poder  garantir  o pagamento em dia dos servidores e toda estrutura da prefeitura funcionando para que a população tenha o atendimento que precisa”,  disse o prefeito.



Supcom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net