Justiça determina prisão de DJ Rennan da Penha e mais 10 envolvidos no ‘Baile da Gaiola’ - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 22 de março de 2019

Justiça determina prisão de DJ Rennan da Penha e mais 10 envolvidos no ‘Baile da Gaiola’

Rennan da Penha é acusado de associação ao tráfico de drogas. No processo, testemunha aponta Rennan como o "DJ dos bandidos".
No carnaval, Rennan marcou presença no bloco da cantora Ludmilla — Foto: Reprodução/Instagram
A Justiça do Rio determinou nesta quarta-feira (20) a expedição de mandado de prisão de 11 homens envolvidos no “Baile da Gaiola”, maior baile funk do Rio, realizado na Vila do Cruzeiro. Entre eles, Renan Santos da Silva, conhecido como DJ Rennan da Penha. Ele foi condenado por associação ao tráfico de drogas com pena prevista de seis anos e oito meses em regime fechado.

O DJ foi inocentado em primeira instância, mas depois de recurso do Ministério Público do Rio (MP-RJ) o artista foi condenado.

Na decisão, o desembargador Antônio Carlos Nascimento Amado, da Terceira Câmara Criminal, aponta que Rennan tinha a função de “olheiro” ou “atividade”, relatando a movimentação dos policiais.

No processo, uma testemunha aponta Rennan como "DJ dos bandidos", "sendo ele responsável pela organização de bailes funks proibidos nas comunidades do Comando Vermelho, para atrair maior quantidade de pessoas e aumentar as vendas".

Uma outra testemunha informou que a participação de Rennan dentro da organização criminosa, era "informar a movimentação dos policiais, através de redes sociais e contatos no aplicativo WhatsApp”. Ele teria usado as frases “o Caveirão está subindo pela Rua X” e “a equipe está perto do ponto tal” para dar informações aos traficantes.

Um pedido de habeas corpus foi apresentado à Justiça para Rennan aguardar em liberdade a decisão de terceira instância. Segundo a defesa, caso o pedido não seja acatado, o DJ será apresentado.

“Tirar uma pessoa que saiu de uma comunidade carente e ascendeu a um nível de artista para encarcerar? Com qual objetivo? O que ele fez de errado?”, questionou o advogado de Rennan Nilsomaro Rodrigues. Ainda segundo ele, o DJ tem shows marcados até o fim de julho deste ano.

A investigação aponta ainda que Renan tinha fotografias ostentando armas de grosso calibre. A defesa nega as acusações. “Isso aconteceu há uns anos, quando ele estava começando. Fez alusão a um fuzil mas era réplica, um simulacro. Nesse aspecto, ele já foi julgado e absolvido pela juíza [em primeira instância]”, disse o advogado.

Nas redes sociais, fãs do DJ mostram insatisfação com a decisão.

Baile de Gaiola

O “Baile da Gaiola”, maior baile funk do Rio, foi idealizado por Rennan. O evento, que acontece na Vila Cruzeiro, Complexo da Penha, já chegou a receber mais de 20 mil pessoas em uma edição em julho de 2018 e durou cerca de 16 horas.

Tema de diversas músicas, o "Baile da Gaiola" já apareceu em letras de Dennis DJ, Mc Livinho, Mc Maneirinho e Mc Kelvin. Os vídeos somam 225 milhões de visualizações no Youtube.

Referência no mundo do funk, Rennan já teve participações em músicas do Nego do Borel e foi um dos convidados do bloco Fervo da Lud, da cantora Ludmilla.


G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net