Quarenta guarda-vidas atuam na orla de SJB - CMN - Campos Magazine News

News

sábado, 26 de dezembro de 2020

Quarenta guarda-vidas atuam na orla de SJB

 Trabalho dos agentes é diário e tem como objetivo garantir a segurança dos banhistas e ajudar no cumprimento das medidas de combate à Covid-19

Foto: Secom

Quarenta guarda-vidas contratados pela Prefeitura de São João da Barra já estão atuando na orla do município, do Açu ao Pontal de Atafona, para garantir a segurança dos banhistas durante a temporada de verão. Eles atuam em duplas nos vinte postos de salvamento montados ao longo das praias. O trabalho é realizado todos os dias, com reforço de quinta-feira a domingo. Todos os profissionais já haviam atuado no verão passado e mesmo assim passaram por novo treinamento este ano.


Os guarda-vidas, que integram a estrutura da Secretaria Municipal de Segurança Pública na Operação Verão, atuam também na orientação aos banhistas acerca dos locais apropriados para o banho de mar e em relação às medidas de combate e enfrentamento à pandemia da Covid-19, a fim de assegurar o cumprimento dos decretos e portarias municipais.


É um trabalho integrado, com a participação de agentes da Defesa Civil Municipal, Postura e Grupamento Ambiental, responsável por coibir o tráfego de veículos na faixa de areia. Para isso, temos também o reforço do Proeis (Programa de Integração na Segurança), que permitiu termos na estrutura mais 20 policiais militares atuando diariamente na segurança e todo o município — explica o secretário Anderson Campinho.


A atuação dos guarda-vidas da Prefeitura se soma ao do Corpo de Bombeiros, como apoio ao trabalho de salvamento realizado pelos agentes estaduais. Foi o bombeiro militar aposentado Marco Antônio Ribeiro, o Kareca, guarda-vida, piloto e mergulhador, gerente operacional da Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil, que realizou o treinamento com as equipes de guarda-vidas do município.


Os guarda-vidas também dão apoio a cadeirantes e banhistas com dificuldade de locomoção, utilizando cadeiras anfíbias para levá-los até a praia.










Fonte: Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário