Polícia Civil de Arraial do Cabo prende homem suspeito de estuprar quatro menores - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

Polícia Civil de Arraial do Cabo prende homem suspeito de estuprar quatro menores

 Em depoimento na delegacia, o suspeito confessou os crimes. Segundo a Polícia Civil, as vítimas tinham idades entre 06 e 13 anos. Todas as vítimas eram parentes do criminoso

Em depoimento na delegacia, o suspeito confessou os crimes 
Foto: Divulgação

Um homem suspeito de estuprar quatro menores, com seis, dez, 11 e 13 anos de idade, foi preso em Arraial do Cabo. Todas as vítimas têm relação de parentesco com o criminoso. As investigações revelaram que três meninas foram abusadas sexualmente durante dois meses, ao longo desse ano, e a quarta vítima, que hoje em dia é adulta, foi estuprada durante um ano, quando era menor de idade.


Além de violentar sexualmente as crianças, o homem também batia nas meninas e as ameaçava de morte, caso contassem sobre as agressões para alguém. O suspeito começou a ser investigado pela Delegacia de Arraial do Cabo em julho deste ano, após a polícia receber a denúncia sobre os abusos.


A Polícia Civil pediu a prisão do criminoso e, no final da tarde desta sexta-feira (18), o mandado de prisão temporária foi expedido pela Justiça. Imediatamente, a equipe da delegacia de Arraial do Cabo saiu em busca do criminoso, que foi preso na área de Figueira. Em depoimento na delegacia, ele confessou os crimes.


“Conseguimos prender o autor de mais um caso bárbaro de pedofilia ocorrido aqui em Arraial do Cabo. Trata-se de um homem que estuprou quatro menores, com idades entre seis e 13 anos. Três meninas foram vítimas durante dois meses, ao longo desse ano, e a outra, que atualmente é adulta, foi abusada sexualmente durante um ano, quando era menor de idade. Esse criminoso tem relação de parentesco com todas as vítimas e as ameaçava, caso contassem sobre os abusos”, relatou a delegada de Arraial do Cabo, Patrícia Aguiar.


As investigações revelaram que os estupros ocorreram diversas vezes e que as crianças contaram dos abusos para uma parente, que disse que as meninas estavam mentindo. O caso foi revelado quando a mãe de duas das crianças, ao perceber o comportamento diferente nas filhas e os constantes choros, chamou a mais velha para conversar e esta relatou tudo o que vinha ocorrendo. Ela, então, procurou ajuda e denunciou o caso. Valci Viana Souza será indiciado por estupro de vulnerável e a delegada Patrícia Aguiar pedirá à Justiça a prisão preventiva do criminoso.












G1 — Região dos Lagos

Nenhum comentário:

Postar um comentário