'É muito triste! Eu perdi tudo', diz moradora atingida pela chuva em Cambuci - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

'É muito triste! Eu perdi tudo', diz moradora atingida pela chuva em Cambuci

 Mais de 4 mil pessoas foram afetadas pela chuva, que começou por volta das 4h. De acordo com a Defesa Civil, algumas localidades estão isoladas porque pontes foram levadas pela enxurrada.

Depois da forte chuva que atingiu Cambuci, no Noroeste Fluminense, os moradores do distrito de São João do Paraíso começam a contabilizar os prejuízos.


A ambulante Ione Almeida não conseguiu conter as lágrimas ao relatar o desespero de ver a água invadindo a casa de repente e destruindo toda a mobília. Na residência de Ione a água atingiu cerca de um metro e setenta centímetros de altura.


"Eu levantei quatro horas da manhã, acordei com o barulho dos vizinhos buzinando, me chamando. Aí eu levantei [...] Chamei meus amigos para me ajudar a colocar minha geladeira pra cima porque eu tenho muito carinho pela minha geladeira, entendeu? É muito triste! Eu perdi tudo, gente!", disse a moradora aos prantos.


A chuva começou por volta das 4h. Duas horas depois, a inundação já havia tomado praticamente todas as ruas do distrito, que tem mais de 5 mil habitantes, e o estrago era visto por todos os cantos.


O nível da água também impediu que veículos transitassem pela rodovia de acesso à localidade. O campo de futebol também ficou completamente inundado.


O autônomo Francisco José tentou salvar os móveis e acabou se machucando. "Fui levantar um móvel, escorreguei e me machuquei. Levei oito pontos no queixo, mas graças a Deus está tudo bem. O importante é a gente estar com saúde", conta Francisco, que mesmo com o prejuízo não perdeu a esperança: "(...) Vou voltar a trabalhar e tentar recuperar as coisas, né? Deixar na mão de Deus e ver o que Deus pode fazer pela gente aí".


Mais transtornos


O comércio da região também foi afetado. Uma loja de material de construção perdeu quase toda a mercadoria. Já o proprietário de um mercado da região avaliou que o prejuízo pode chegar a R$ 100 mil.


"É uma situação de desespero, né? Ninguém espera isso", afirmou o empresário.


A chuva ainda afetou os serviços básicos de São João do Paraíso. A única Unidade Básica de Saúde (UBS) da região também foi invadida pela água.


De acordo com a Defesa Civil, algumas localidades estão isoladas porque pontes foram levadas pela enxurrada.


"O arraso foi muito grande e nós temos dois distritos ainda, Cruzeiro e Monte Verde que nós não conseguimos, ainda, chegar porque foram várias pontes arrancadas", afirma o secretário de Defesa Civil, Eduardo Werneck.


Apoio às famílias atingidas


Algumas entidades e comércios de Cambuci e cidades próximas montaram pontos de coleta de doações para ajudar as famílias afetadas pelas chuvas.


Confira alguns dos pontos de doação:


Em Cambuci


Escola Estadual Oscar Batista - Praça São Sebastião nº 173 - Centro

Loja Pitanga Doce, Galeria - Centro

Quadra do Clube Floresta - Rua José Galdino nº 160 - Centro


Em Campos


CDL - Av. Sete de Setembro, 274 - Centro - Telefone: (22) 2726-1027

Em Santo Antônio de Pádua


Paduano Esporte Clube - Telefone: (22) 98103-5136


Em Itaperuna


Deixar doações na sede da Guarda Municipal - Telefone: (22) 3824-6606 ou 153


Em Italva


Eny Modas

Meu Camelô

Bar do Alair


Em São José de Ubá


Paróquia do Padre Moisés - Rua João Antunes, 101 - Telefone: (22) 3866-1204


Em São Fidélis


Campinho do Marlon, no Coroados











Norte Fluminense


Nenhum comentário:

Postar um comentário