Grande explosão atinge área portuária de Beirute; governo cita 'alto número de feridos' - CMN - Campos Magazine News

News

terça-feira, 4 de agosto de 2020

Grande explosão atinge área portuária de Beirute; governo cita 'alto número de feridos'

Não há ainda informação sobre a causa do impacto. A explosão aconteceu perto de um terminal na zona portuária. Há ao menos dez mortos, informou a agência Reuters.
Foto: Anwar Amro/AFP
Uma explosão aconteceu numa região portuária de Beirute, no Líbano, nesta terça-feira (4). Imagens mostram uma grande coluna de fumaça sobre a cidade.

Há ao menos dez mortos, informou a agência Reuters, que ouviu fontes médicas e de segurança do país.

A Cruz Vermelha afirmou que há centenas de vítimas, entre mortos e feridos. Parte foi levada a hospitais, mas ainda há muita gente presa em escombros dentro de suas casas. Barcos estão resgatando pessoas que foram jogadas ao mar.

A rede libanesa de transmissão LBCI informou que no hospital Hotel Dieu há mais de 500 pessoas sendo atendidas. Foi feito um pedido de doações de sangue.

Ainda não há números precisos sobre a quantidade de feridos ou qual seria a causa da explosão. Apesar de o país já ter sido alvo de terroristas e viver período de instabilidade política, não há evidência ainda de que se trate de um atentado terrorista.

A explosão causou destruição em larga escala e quebrou janelas a quilômetros de distância.

Há operações para retirar as pessoas da região, de acordo com agência oficial, a NNA.

Um fotógrafo da agência Associated Press perto do porto de Beirute viu pessoas feridas no chão e uma destruição generalizada no local.

O chefe de segurança interna do Líbano, Abbas Ibrahim, disse que a explosão, na região portuária do Líbano, aconteceu numa seção que armazena materiais que podem ser altamente explosivos, e não explosivos em si.

Em uma entrevista televisionada, ele não quis especular sobre a causa da explosão.

Hamad Hasan, o ministro da Saúde, afirmou a uma rede de TV que há um "alto número de feridos" e que os danos são grandes.




Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário