4ª parcela do auxílio começa a ser paga dia 20 ao Bolsa Família - CMN - Campos Magazine News

News

quarta-feira, 15 de julho de 2020

4ª parcela do auxílio começa a ser paga dia 20 ao Bolsa Família

Divulgação
Os beneficiados do Bolsa Família serão os primeiros a receber a quarta parcela do auxílio emergencial a partir da próxima segunda-feira (20). Esse grupo segue o calendário regular de pagamento do programa, que é realizado nos dez últimos dias úteis de cada mês, de forma escalonada, de acordo com o NIS (Número de Identificação Social).

O governo federal e a Caixa ainda não divulgaram as datas da 4ª parcela para os demais cadastrados pelo aplicativo e site do banco ou pelo CadÚnico.

Neste sábado (18), começa um novo calendário de saque para o grupo de 40,4 milhões de beneficiários do lote 1 (terceira parcela), lote 2 (segunda parcela) e lote 4 (primeira parcela), de acordo com a data de aniversário. Para não ter filas e aglomerações, o depósito do benefício já foi realizado na conta digital, que é possível pagar contas e fazer compras por meio do aplicativo Caixa Tem.

Calendário do Bolsa Família
  • NIS final 1 – 20 de julho
  • NIS final 2 – 21 de julho
  • NIS final 3 – 22 de julho
  • NIS final 4 – 23 de julho
  • NIS final 5 – 24 de julho
  • NIS final 6 – 27 de julho
  • NIS final 7 – 28 de julho
  • NIS final 8 – 29 de julho
  • NIS final 9 – 30 de julho
  • NIS final 0 – 31 de julho

Calendário de saque para 40,4 milhões
Para beneficiários do 1º lote (terceira parcela), 2º lote (segunda parcela) e 4º lote (primeira parcela)

  • Sábado (18 de julho) – nascidos em janeiro (3,4 milhões)
  • Sábado (25 de julho) – nascidos em fevereiro (3,1 milhões)
  • Sábado (1º de agosto) – nascidos em março (3,5 milhões)
  • Sábado (8 de agosto) – nascidos em abril (3,4 milhões)
  • Sábado (15 de agosto) – nascidos em maio (3,5 milhões)
  • Sábado (29 de agosto) – nascidos em junho (3,4 milhões)
  • Terça-feira (1º de setembro) – nascidos em julho (3,4 milhões)
  • Terça-feira (8 de setembro) – nascidos em agosto (3,4 milhões)
  • Quinta-feira (10 de setembro) – nascidos em setembro (3,4 milhões)
  • Sábado (12 de setembro) – nascidos em outubro (3,4 milhões)
  • Terça-feira (15 de setembro) – nascidos em novembro (3,2 milhões)
  • Sábado (19 de setembro) – nascidos em dezembro (3,3 milhões)

O benefício foi criado para diminuir os impactos da pandemia de coronavírus na população de baixa renda. O auxílio começou com três e passou para cinco parcelas de R$ 600, mas esse valor sobe para R$ 1.200 nos casos de mães responsáveis pelo sustento da família.




Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário