Brasil tem 1.128 casos confirmados do novo coronavírus; número de mortes segue em 18 - CMN - Campos Magazine News

News

sábado, 21 de março de 2020

Brasil tem 1.128 casos confirmados do novo coronavírus; número de mortes segue em 18

O Brasil tem 1128 casos do novo coronavírus, e 18 mortes. São Paulo é o estado mais afetados: 459 casos e 15 óbitos. Depois vem o Rio de Janeiro, com 119 casos e três mortes. Roraima é o único estado sem casos confirmados. Os números foram divulgados em coletiva de imprensa do Ministério da Saúde em Brasília.

A taxa global de letalidade do novo coronavírus, ainda segundo a pasta, é de 1,6%.

Na entrevista coletiva, o secretário-executivo do ministério, João Gabbardo dos Reis, foi questionado se a curva do Brasil, ou seja, o ritmo de crescimento dos casos estava mais próximo da Coreia do Sul, que conseguiu frear o avanço da doença, ou de países europeus, como Itália e Alemanha. Os dois tiveram uma evolução da epidemia mais rápida que no país asiático, mas isso foi pior na Itália do que na Alemanha.

— Estamos muito longe da curva da Coreia, mas nas comparação com o número de dias que temos da evolução da doença, estamos um pouco acima da Alemanha, e abaixo da Itália. Agora, é cedo. Se pudermos manter com essa situação de proximidade com a Alemanha, é o ideal — afirmou Gabbardo.

Ele disse que alguns tipos de equipamentos poderão faltar no Brasil.

— Poderá falta máscara? Poderá faltar máscara. Poderá faltar equipamento de respiração, de ventilação mecânica. Mas estamos fazendo um esforço muito grande para atender de acordo com a demanda de doença. Estamos atentos. Vamos enfrentar essa doença com calma, tranquilidade. Todos os países terão problemas — disse o secretário-executivo.

Questionado sobre o desligamento de médicos formados no exterior do programa Mais Médicos, em um momento de epidemia, Gabbardo lembrou que a legislação atual permite apenas o ingresso de quem tem o diploma revalidado no Brasil. Mas indicou que isso pode vir a mudar.

— A situação dos médicos sem revalida, ou seja, dos médicos sem CRM (registro em um Conselho Regional de Medicina), não existe nenhuma autorização do Ministério da Saúde para que eles permaneçam no programa. Isto pode modificar futuramente, mas neste momento o ministério não está prevendo a ocupação e o chamamento desses profissionais — disse Gabbardo.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou na última segunda-feira que navios de cruzeiros poderão ser utilizados como hospitais. Questionado neste sábado se houve algum avanço nas negociações com as empresas do setor, Gabbardo disse que ainda não.

Confira o detalhamento de casos por região e estados do Brasil:

Região Norte: 26 casos (2,3% do total)

Acre: 9

Amazonas: 11

Amapá: 1

Pará: 2

Rondônia: 2

Roraima:

Tocantins: 2


Região Nordeste: 168 casos (14,9% do total)

Alagoas: 7

Bahia: 41

Ceará: 68

Maranhão: 1

Paraíba:1

Pernambuco: 30

Piauí: 4

Rio Grande do Norte: 6

Sergipe: 10


Região Sudeste: 642 casos (56,9% do total)

Espírito Santo: 26

Minas Gerais: 38

Rio de Janeiro: 119, sendo três óbitos

São Paulo: 459, sendo 15 óbitos

Região Centro-Oeste: 138 casos (12,2% do total)

Distrito Federal: 100

Goiás: 20

Mato Grosso do Sul: 16

Mato Grosso: 2


Região Sul: 154 casos (13,7% do total)

Paraná: 43 casos

Santa Catarina: 51 casos

Rio Grande do Sul: 60 casos






Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário