Pescadores registram em vídeo mancha de óleo em alto-mar na Região dos Lagos - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Pescadores registram em vídeo mancha de óleo em alto-mar na Região dos Lagos

Registro foi feito na sexta-feira (7) a cerca de 80 quilômetros da costa cabofriense
Reprodução
Pescadores registraram em vídeo uma mancha de óleo no mar da Região dos Lagos do Rio. O vídeo foi gravado na sexta-feira (7).

No vídeo, um dos pescadores diz que o óleo que está no mar é denso e, dependendo da maré, pode chegar às praias de Cabo Frio e Arraial do Cabo. Um outro pescador reclama dizendo que "o óleo está acabando com nosso sustento todinho".

A secretaria de Meio Ambiente de Cabo Frio informou que a mancha foi vista a cerca de 80 quilômetros da costa Cabofriense e, pelas coordenadas, foi dispersada para outras regiões.

A Secretaria do Meio Ambiente Informou ainda que tomou conhecimento do vídeo no mesmo dia do registro e que logo em seguida encaminhou as imagens aos órgãos competentes, como Capitania dos Portos, Inea, Ibama e Petrobras.

Em Cabo Frio, a Prefeitura informou que está monitorando as informações e afirma que até o momento, não há indício de óleo nas praias do município. Já em Arraial do Cabo, segundo a Prefeitura, não houve denúncia de óleo nas praias da região e que a Secretaria do Ambiente efetuará uma fiscalização para averiguar a região.

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea), órgão ligado à Secretaria de Estado de Ambiente e Sustentabilidade (Seas), informou que enviará uma equipe ao local para fazer uma vistoria e recolher amostras de água para análise.

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 1° Distrito Naval, informa que a Capitania dos Portos de Macaé (CPM) recebeu neste domingo (09), um comunicado da empresa PERENCO, proprietária das Plataformas Carapeba 1 e 2, referente à poluição hídrica ocorrida na quinta-feira (6), na Plataforma Carapeba 1.

Segundo o comunicado, o vazamento foi de cerca de 0,007 metros cúbicos de água oleosa e a mancha foi dispersada mecanicamente no mesmo dia.

A Capitania dos Portos de Macaé foi informada ainda de que as imagens de satélite realizadas neste domingo não registraram qualquer feição oleosa na área informada ou próximo à costa.

A Marinha esclareceu ainda que, embora não haja vestígios de óleo, realiza o monitoramento constante das áreas marítimas e das praias quanto a indícios de poluição por óleo, além de realizar ações de fiscalização para garantir a segurança da navegação e a proteção da vida humana no mar.

A Marinha ressaltou que disponibiliza o número 185 para emergências marítimas e incentiva todo cidadão a fazer contato pelo telefone (22) 2772-1889 e pelo e-mail cpm.secom@marinha.mil.br, caso verifique qualquer situação que ponha em risco a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana e a prevenção da poluição hídrica.





G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário