Neil Peart, baterista do Rush, morre aos 67 anos - CMN - Campos Magazine News

News

sábado, 11 de janeiro de 2020

Neil Peart, baterista do Rush, morre aos 67 anos

Ele era um dos bateristas mais importantes da história do rock e morreu por causa de um câncer no cérebro diagnosticado há três anos, disse um porta-voz à revista 'Rolling Stone'.
O baterista canadense Neil Peart, durante show do Rush em Las Vegas em maio de 2008
 Foto: Ethan Miller/Getty Images via AFP
Neil Peart, baterista e letrista da banda Rush, morreu aos 67 anos em Santa Monica, nos EUA. O músico canadense morreu por causa de um câncer no cérebro diagnosticado há três anos.

Neil era um dos bateristas mais importantes da história do rock, com estilo virtuoso que era referência no rock progressivo e em outros estilos, como o heavy metal.

"É com os corações partidos e profunda tristeza que temos que compartilhar a terrível notícia que nosso amigo, irmão de alma e companheiro de banda por 45 anos, Neil, perdeu sua incrível batalha de três anos e meio contra o câncer de cérebro", disse a banda em comunicado.

"Pedimos que amigos, fãs e a mídia respeitem a necessidade de privacidade e paz da família nesse momento muito doloroso e difícil. Quem quiser expressar suas condolências pode escolher um projeto de pesquisa sobre câncer ou instituição de caridade e fazer uma doação no nome de Neil. Descanse em paz, irmão", continua o comunicado.


Peart nasceu em 12 de setembro de 1952, em Ontario, no Canadá, e aos 13 anos começou a estudar bateria. Cinco anos depois se mudou para Londres e só voltou a morar no país de origem em 1972.

Ele se juntou ao Rush em 1974. A banda havia sido formada pelo guitarrista Alex Lifeson em 1968, mesmo ano em que entrou o baixista e vocalista Geddy Lee.

Com a entrada de Peart na bateria, o Rush se consolidou como um dos trios mais reconhecidos do rock. Suas letras cheias de referências literárias também foram fundamentais para a banda, que encerrou as atividades em 2018.




G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário