Rios continuam a subir neste domingo apesar de chuvas cessarem - CMN - Campos Magazine News

News

domingo, 26 de janeiro de 2020

Rios continuam a subir neste domingo apesar de chuvas cessarem

Ponte sobre o rio Itabapoana na BR 101 / Divulgação
O tempo firmou na região Norte e Noroeste Fluminense após três dias de alto volume de chuvas. Segundo a Defesa Civil regional, a situação se repete nas cabeceiras dos rios, que ficam em Minas Gerais e Espírito Santo, mas previsão é de que sejam necessárias 24 horas para normalização e consequente redução dos níveis. 

Neste domingo (26), os rios Muriaé, Carangola, Itabapoana e Pomba continuam em transbordo em oito municípios da região. Em consequência, cerca de 6 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas no Norte e no Noroeste Fluminense. Além disso, também foram registradas diversas quedas de barreiras e problemas em rodovias. Em Campos, a BR 101, na divisa com o estado do ES, e a BR 356, na localidade de Três Vendas, são monitoradoras por risco de infiltração. Em Itaperuna, Defesa Civil solicita que motorista peguem rotas alternativas que não passem pelo município.
  
"Estamos monitorando o nível do Rio Itabapoana, na divisa RJ/ES. Caso o nível do rio atinja o tabuleiro da ponte, de acordo com nossos técnicos, como medita mitigatória de segurança e prevenção, a pista está fechada em ambos os sentidos, e rotas alternativas serão sinalizadas em conjunto com a concessionária Eco101. Neste momento, o nível de água do rio Itabapoana está a 75cm do tabuleiro da ponte", informou a Arteris Fluminense em nota.

A Defesa Civil de Itaperuna informou que a situação da BR 356 no município é crítica tanto para veículos de pequeno como de grande porte. A preocupação, no momento, além do nível da água na pista, é o asfalto ceder e causar uma dano permanente na rodovia. Por esse motivo, motoristas devem buscar rotas alternativas que não passem pelo município que tem o mais de 2 mil moradores desalojados ou desabrigados.

Em Campos, água do Muriaé passa por baixo da BR 356 que já rompeu em 2007 e 2012

A BR 356 é fiscalizada também pela Defesa Civil de Campos, na altura de Três Vendas. Lá, a cheia do rio Muriaé fez com a água chegasse a margem da estrada, que funciona como um dique para localidade. "Nós estamos mantendo uma equipe porque estrada sofre de infiltração crônica. No entanto, por ser rodovia federal, apenas a União poderia fazer alguma intervenção. Todos os órgãos responsáveis já foram comunicados da situação. Até o momento, nenhum incidente foi registrado na localidade", informou o chefe da Defesa Civil, Major Pessanha. A preocupação dos moradores e autoridades é a possibilidade de rompimento da rodovia, o que já aconteceu nos anos de 2007 e 2012. 

Tempo - O ciclone subtropical formado na última quinta-feira (23) na costa do Sudeste, já está se afastando do país e deve se dissipar até domingo, sem causar maiores alterações meteorológicas. O único efeito da tempestade em alto-mar foi contribuir para a  chuva que atinge o sul do Rio de Janeiro. As enxurradas registradas em Minas e no Espírito Santo, no entanto, não estão relacionadas ao fenômeno.

Nas últimas 24 horas, o volume de chuva reduziu para quase 0 mm em quase todos os municípios da região. Cardoso Moreira que chegou a registrar 232,4 mm de precipatação entre quarta e sexta, tem desde sábado apenas 7 mm. Segundo município com maior volume, Bom Jesus de Itabapoana caiu de 118,6 mm para 8 mm nas últimas 24h.

No entanto, ainda existe alerta de chuva potencial para toda a região, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Segundo o aviso existe possibilidade de "chuva entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm/dia. Risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios, em cidades com tais áreas de risco", completou.

Nível dos rios na manhã deste domingo

Os municípios da região que estão acima das cotas de transbordo: Cardoso Moreira, Italva, Laje do Muriaé, Itaperuna, Santo Antônio de Pádua, Bom Jesus de Itabapoana, Porciúncula e Natividade. Em Campos, o nível do rio Paraíba do Sul chegou a 8 metros por volta das 12h deste domingo.
  • Rio Muriaé
  • Italva - Nível transbordo 6,5 m (desatualizado) - atual 6,09 m
  • Cardoso Moreira - Nível transbordo 8 m - atual 10,61 m
  • Laje do Muriaé - Nível transbordo 5,15 m  - atual 7,55 m
  • Itaperuna - Nível transbordo 4,5 m (desatualizado) - atual 6,09 m
  • Rio Pomba
  • Santo Antônio de Pádua - Transbordo 3,85m - atual 5.85 m
  • Rio Itabapoana
  • Bom Jesus Itabapoana - Transbordo 2,10 - atual 4,97 m
  • Rio Carangola
  • Porciúncula - Sem mediação atualizada
  • Natividade - Sem mediação atualizada



Por Folha 1


Nenhum comentário:

Postar um comentário