Rio Card inicia nesta quarta (18) integração tarifária nos setores C e D - CMN - Campos Magazine News

News

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Rio Card inicia nesta quarta (18) integração tarifária nos setores C e D

Foto: Bárbara Lemos/Arquivo
Mais uma etapa na implantação do novo sistema integrado de transportes: nesta quarta-feira (18), o Rio Card começa a fazer a integração tarifária nos setores C e D. Os passageiros de Três Vendas, Sapucaia, Travessão, Santo Eduardo e de toda a região norte do município passam a pagar apenas R$ 2,75 utilizando o cartão. Com a integração implantada pelo Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), o passageiro que segue de distritos para a área urbana do município garante o direito de pagar R$2,75 em qualquer uma das linhas do Sistema Alimentador (vans e micro-ônibus) e concluir seu percurso utilizando uma das linhas de ônibus disponíveis nos terminais, no intervalo de até duas horas. 

O Instituto ressalta que todo usuário deve fazer a leitura do cartão tanto no embarque quanto no desembarque das vans e ao embarcar nos ônibus. Felipe Quintanilha, presidente do instituto, destaca que a leitura do cartão é importante para verificar a quilometragem percorrida pelo sistema alimentador e garantir a lisura do processo no repasse do subsidio pela Prefeitura. 

— É necessário passar o cartão tanto no embarque quanto no desembarque, ou seja, fazer o check in e o check out, isso permite a leitura do percurso, saber a quilometragem percorrida por aquela linha específica. O sistema de van recebe um subsídio do poder público municipal e para garantir a transparência do sistema de integração é necessário checar a quilometragem — informou.

A utilização do sistema de bilhetagem eletrônica está em vigor há cerca de dois meses nos terminais A e B com a empresa Anda Campos, agora, passa a ser utilizada também nos setores C e D através do cartão Rio Card Mais. Para promover o contínuo aperfeiçoamento do transporte coletivo, seis terminais fazem a interligação entre os distritos e a área urbana, sem a necessidade do pagamento de uma nova passagem. 

— O objetivo maior é garantir o transporte e o benefício do cidadão, de modo que vans, micro-ônibus e ônibus atuem de forma integrada e harmoniosa — garante Felipe Quintanilha, presidente do IMTT. 

Apenas utilizando o cartão de bilhetagem é possível pagar somente uma tarifa para integração. No entanto, para quem transita do distrito para a área urbana, mas prefere pagar a passagem em dinheiro, algumas linhas de vans mantêm preços promocionais. Essa medida foi solicitada pelo IMTT até que os passageiros adquirissem os cartões. Já o usuário que utiliza apenas os ônibus na área central, não precisa fazer uso do cartão, embora qualquer pessoa possa comprá-lo. 

Bilhetagem - Empresas Rio Card e Anda Campos têm autorização para o serviço.

Nos últimos meses, o IMTT promoveu a homologação de duas empresas para atuação no sistema de bilhetagem em Campos. Atualmente, para fins de integração - Centro x Distrito ou Distrito x Centro – os setores A, B, E e F circulam com o sistema Anda Campos. Os setores C e D atuam com sistema Riocard. 

Para adquirir o cartão basta levar carteira de identidade e CPF. Para aquisição do cartão Anda Campos o usuário pode acessar o site da empresa no endereço www.andacampos.com.br ou seguir até a loja física.

O documento é entregue na hora do cadastro e a recarga também pode ser feita no momento da adesão, no valor a ser escolhido pelo usuário. Já para a aquisição do cartão Rio Card é necessário ir até a loja física localizada no centro da cidade e efetuar o pagamento de três reais (que pode ser ressarcido quando o cliente devolver o cartão) o site www.riocardmais.com.br traz informações sobre os cartões Rio Card. 

Para a utilização dos cartões, o usuário deve efetuar a carga no valor que pretende fazer uso e, a qualquer tempo, pode efetuar a recarga dos cartões nas lojas de bilhetagem.



Supcom

Nenhum comentário:

Postar um comentário