Feirão online: descontos de até 98% na renegociação de dívidas - CMN - Campos Magazine News

News

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Feirão online: descontos de até 98% na renegociação de dívidas

A renegociação será online, por computador, tablet ou celular
Divulgação
Os mais de 60 milhões de endividados do país terão a oportunidade de renegociar suas dívidas sem sair de casa com descontos de até 98%, no Feirão Limpa Nome do Serasa Consumidor, que acontece até o dia 30. A renegociação será online, por computador, tablet ou celular.

No site do feirão, os consumidores poderão negociar diretamente com os credores. As empresas participantes são: Santander, Itaú, Recovery, Ativos, Net, Claro, Embratel, Anhaguera, Credsystem, Ipanema, Unopar, Sky, Nextel, Banco BMG, Digio, Hoepers, Porto Seguro, Tricard, Oi, Zema, Unic, Fama, Pitágoras, Uniderp e Unime.

 Lucas Lopes, gerente do Serasa Limpa Nome, afirma que o último feirão teve resultado acima do esperado, com 679 mil acordos fechados, que representaram mais de R$ 2,8 bilhões em descontos concedidos.

— Sabemos que o fim de ano é um momento em que as pessoas estão com mais possibilidades de quitar suas dívidas por conta do 13° salário. Por isso, repetimos essa edição, com preços diferenciadas por um determinado período, para que mais pessoas possam colocar suas contas em dia — afirmou.

Segundo Thiago Sayão, professor de Finanças do Ibmec/RJ, é importante que, ao receber a proposta de uma empresa, o consumidor avalie se o pagamento está de acordo com seu orçamento. No caso do pagamento à vista com desconto, é preciso avaliar se o cliente dispõe daquele montante. Já em um parcelamento, a pessoa deve calcular se consegue arcar com aquele custo mensal.

— O ideal é que o valor da parcela não exceda 30% das receitas mensais totais desse consumidor — aponta o professor.

Os interessados em renegociar suas dívidas devem acessar o site www.serasaconsumidor.com.br/limpa-nome-online e informar o número do CPF. Em seguida, precisam escolher entre as opções oferecidas e gerar o boleto de pagamento.

Mapa dos endividados

Segundo um estudo realizado pela Serasa Experian, em outubro de 2019, o número de consumidores inadimplentes no país chegou a 63,2 milhões. Em outubro de 2018, eram 60,1 milhões. O montante das dívidas até setembro de 2019 foi de R$ 252 bilhões, com um valor médio de R$ 3.997.

A maior concentração dos negativados está na faixa entre 26 e 40 anos (38,3% do total). Em segundo no ranking de participação entre os inadimplentes estão pessoas de 41 e 60 anos, que correspondem por 34,5% do total.

Homens e mulheres, porém, representam praticamente o mesmo nível de inadimplência:47,7% e 47,2%, respectivamente.

A maioria das dívidas foi contraída junto aos setores bancários e de cartão de crédito, totalizando 28% do total. Contas básicas como energia elétrica, água e gás respondem por 19% dos débitos em atraso. O setor de telefonia é responsável por 11% do montante. Já o setor de varejo, por 12,7% da inadimplência.

O estudo também mostrou que, em setembro de 2019, a região com maior percentual de inadimplentes do país era a Sudeste, com 45,2% do total, seguida pela região Nordeste, com 24,7%. O Sul ficou em terceiro lugar, com 12,9% dos negativados. A região Norte registrou 9,2%, seguida da região Centro-Oeste, com 8,1%.





Fonte: Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net